DIVIDENDOS

Vale (VALE3): ANM libera operação definitiva no site Fábrica, em Minas Gerais

Vale (VALE3): ANM libera operação definitiva no site Fábrica, em Minas Gerais
Foto Divulgação Vale

A mineradora Vale (VALE3) recebeu, nessa sexta-feira (23), permissão da Agência Nacional de Mineração (ANM) para a operação definitiva das plantas de beneficiamento, pelotização e lavra na Área 15, no site Fábrica, localizadas em de Ouro Preto, Minas Gerais.

Segundo fato relevante, desde abril, a unidade operava via processamento a úmido, em regime de testes, de modo a avaliar impactos geotécnicos destas operações nas estruturas próximas ao site. “Os testes, sob a supervisão e com a anuência dos órgãos reguladores e auditores externos, não detectaram incremento de risco às estruturas”, aponta a Vale.

De acordo com a mineradora, a retomada do processamento a úmido em Fábrica permite a manutenção da produção próxima a capacidade nominal de 6 milhões de toneladas por ano (Mtpa) da planta de beneficiamento, além de garantir uma melhora na qualidade média do portfólio de produtos da Vale e maior flexibilidade operacional.

“A Vale optou por manter, neste momento, inativa a operação de pelotização tendo em vista algumas restrições operacionais, tais como acesso a certas frentes de lavras e a interdição de detonações, o que impactam a qualidade adequada para a produção pellet feed (fino do minério de ferro)”, conclui a empresa.

Veja também:

Sindicato quer indenização de R$ 393 milhões por Brumadinho

O Sindicato Metabase, dos trabalhadores de Brumadinho, recorreu ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 3ª Região, em Minas Gerais. A entidade pede aumento para R$ 3 milhões por trabalhador na indenização que deverá ser paga pela Vale .

A ação trata do dano moral sofrido no rompimento da barragem, em 2019. O valor deve ser destinado a espólios e herdeiros das vítimas.

No início de junho, a 5ª Vara do Tribunal do Trabalho condenou a mineradora a pagar indenização de R$ 1 milhão referentes a cada um dos 131 trabalhadores diretos da Vale mortos no acidente de Brumadinho.

Até então, os pagamentos de indenizações haviam sido destinados ao reparo de danos morais sofrido pelos familiares das vítimas da tragédia e não aos trabalhadores que tiveram suas vidas abreviadas no incidente.

Última cotação da Vale

A ação da Vale (VALE3) encerrou o pregão de ontem (23) em queda de 0,32%, cotada a R$ 113,84.

Com informações do Estadão Conteúdo

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Receba os destaques que irão movimentar o cenário econômico antes da abertura do mercado.

Inscreva-se