Vale (VALE3): Negociações sobre Brumadinho seguem em 7 de janeiro

Vale (VALE3): Negociações sobre Brumadinho seguem em 7 de janeiro
Vale terá nova audiência em MG em 7 de janeiro

A Vale (VALE3) afirmou em nota que seguem as tratativas com o Estado de Minas Gerais e instituições de Justiça, representantes dos interesses dos atingidos pelo desastre com a barragem da empresa em Brumadinho.

 

A companhia destaca que ainda não há definição de valores no acordo. A próxima audiência em Minas Gerais foi marcada para o dia 7 de janeiro de 2021.

A empresa e as autoridades tentam costurar um acordo para encerrar uma ação bilionária referente à tragédia de Brumadinho. A quarta audiência de conciliação, realizada nesta quinta-feira, 17, terminou sem consenso, jogando uma definição para 2021.

“A Vale permanece empenhada em reparar integralmente os atingidos e comunidades impactadas. As negociações seguem avançando no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC), órgão de mediação do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG)”, disse a mineradora em nota.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Vale projetou R$ 29,6 bilhões em reparação

No seu último encontro com investidores, a Vale projetou R$ 29,6 bilhões para eventuais indenizações da tragédia de Brumadinho, mas destacou que “não vê obstáculos” para a distribuição de dividendos aos acionistas.

De acordo com a Vale, o montante prevê R$ 19 bilhões para um potencial acordo dentro do balanço. “Temos R$ 19 bilhões para um acordo em potencial, que é um número que achamos justo e adequado”, disse na ocasião o diretor-presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo.

Na soma para os R$ 29,6 bilhões previstos, a companhia ainda contempla, em um eventual acordo:

  • Mais R$ 8 bilhões como provisão adicional.
  • R$ 7,4 bilhões com provisões até outubro de 2020.
  • R$ 3,6 bilhões para reparações a partir de outubro.
  • R$ 1,9 bilhão para recuperação ambiental
  • R$ 1,7 bilhão para indenizações individuais.

Para o diretor-presidente da Vale, a companhia deverá fechar um acordo para Brumadinho, apesar de não informar qual a previsão para isso.

(Com Estadão Conteúdo)

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião