Usiminas (USIM5) é o case da Helius Capital no “Sextou com o Gestor”

Usiminas (USIM5) é o case da Helius Capital no “Sextou com o Gestor”
Usiminas. Foto: Reprodução

A Usiminas (USIM5) deve surfar uma nova alta no preço do aço que, junto com a depreciação do real na comparação com o dólar, deve fazer com que a receita da companhia seja multiplicada, de acordo com avaliação de William Leite, analista da Helius Capital.

“[A recuperação mundial] deve continuar a impactar de maneira significativa o preço do aço, o que, somada a depreciação do real, fez com que a Usiminas aumentasse os preços em cerca de 60% ao longo deste ano”, disse o gestor, que conta com a companhia no portfólio.

De acordo com o gestor, o faturamento da companhia pode se multiplicar neste ano. “Esses aumentos, juntos com a forte demanda prevista, devem fazer com que o resultado da companhia quase se multiplique por três”, disse Leite.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Os fatos que ajudam a Usiminas ocorrem dado a alta liquidez mundial, com Bancos Centrais (BCs) adotando uma política expansionista também pode ajudar a companhia.

“A siderúrgica deve surfar ainda um bom cenário graças ao cenário macro, onde a atividade econômica será retomada, com BCs estimulando as economias”, afirmou.

Escute a opinião completa do case de Usiminas na voz de William Leite, analista da Helius Capital, no Sextou com o Gestor, exclusivamente para o Telegram da SUNO. Ainda não segue a gente? Acesse agora o Telegram da Suno Reseach.

Vinicius Pereira

Compartilhe sua opinião