Confira as cinco maiores baixas de BDRs em abril

Confira as cinco maiores baixas de BDRs em abril
BDR. Foto: Pixabay.

Alternativa de investimento aberta aos pequenos e médios investidores há menos de um ano, os Brazilian Depositary Receipts (BDRs) cada vez mais estão presentes nas carteiras dos brasileiros. Segundo a Bolsa de Valores de São Paulo (B3), no final de 2020, o Brasil já contava com 128 mil pessoas comprando e vendendo BDRs nos pregões.


Os BDRs são certificados de depósitos de ações estrangeiras negociados na bolsa brasileira, com preço em reais. Com a aquisição deste tipo de ativo, o investidor diversifica sua carteira e se expõe ao desempenho das empresas no Exterior.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Em um mês marcado pela divulgação das demonstrações de resultados de uma série de empresas estrangeiras, diversos recibos tiveram a cotação afetada na B3 por conta dos números apresentados pelas companhias.

Confira as cinco maiores baixas de BDRs em abril

  • US Steel (USSX34): -20,08%
  • Twitter (TWTR34): -16,05%
  • American Airlines (AALL34): -15,59%
  • Intel (ITLC34): -14,02%
  • Ebay (EBAY34): -12,67%

US Steel (USSX34)

Mesmo com a valorização das commodities no mercado internacional, a siderúrgica US Steel (USSX34) acabou sendo o BDR que mais perdeu fôlego em abril. O ativo terminou o mês cotado a R$ 124,37, retração de -20,08%

Nos últimos dias, a companhia divulgou que desistiu do plano de investimento de US$ 1,5 bilhão em suas plantas na Pensilvânia, que incluiriam uma nova fundição. A companhia alegou que a pandemia de coronavírus e as mudanças climáticas impactaram na decisão.

Na semana passada, a empresa publicou o balanço do primeiro trimestre com receita de US$ 3,66 bilhões, abaixo dos US$ 3,68 bilhões esperados pelo mercado. Por outro lado, o lucro por ação ficou em US$ 1,08, superando a expectativa de analistas do mercado, que era de US$ 0,8656 por ação.

Twitter (TWTR34)

O resultado no primeiro trimestre do Twitter pesou sobre o humor dos investidores. Apesar de mostrar bons números de receita e lucro, a rede social mostrou um crescimento mais fraco no número de usuários ativos, em seu primeiro balanço após o banimento e a saída de Donald Trump da presidência dos EUA.

Com um guidance para o segundo trimestre mais fraco, os investidores penalizaram a companhia, que recuou 15% no último pregão do mês em Nova York, após a publicação do balanço.

American Airlines (AALL34)

A companhia aérea American Airlines (AALL34) figura entre as maiores quedas no mês, ainda sentindo os impactos da pandemia de coronavírus em sua operação. O BDR da companhia fechou abril a R$ 113,88, retração de -15,59% frente ao mês anterior.

A empresa reportou prejuízo líquido acima do esperado pelo mercado e acabou frustrando seus acionistas. O rombo foi de US$ 1,25 bilhão nos três primeiros meses do ano. Já a receita caiu pela metade frente a 2020, alcançando US$ 4,01 bilhões.

 

 

Intel (ITLC34)

Outra empresa que teve um desempenho abaixo do esperado no trimestre e viu seu BDR perder terreno foi a Intel (ITLC34). Em abril, o recibo terminou valendo R$ 51,96 na bolsa brasileira, recuo de 14,02% na comparação com março.

A companhia registrou lucro líquido de US$ 3,36 bilhões entre janeiro e março deste ano, volume 41% inferior ao mesmo período de 2020. Com isso o lucro ajustado por ação ficou em US$ 0,82, ante US$ 1,31 um ano antes.

A receita líquida também caiu, ao redor de 1%, ficando em US$ 19,7 bilhões.

Ebay (EBAY34)

Um dos pioneiros do comércio eletrônico no mundo, o Ebay (EBAY34) também não escapou da desvalorização em abril. O BDR concluiu o período negociado a R$ 151,60 na B3, o que representa 12,67% de queda.

Pesou para o desempenho negativo no período o guidance divulgado pela companhia recentemente que projeta lucro por ação na faixa de US$ 0,91 a R$ 0,96, frustrando o consenso de mercado que era de US$ 1.

A avaliação da empresa é que, com o avanço da vacinação nos Estados Unidos e o aumento da circulação de pessoas nas ruas, o comércio eletrônico tende a ter crescimento menos acelerado do que nos trimestres anteriores.

Investir em BDRs com cuidado

Antes de qualquer investimento em ações ou BDRs é importante ressaltar que quitar as dívidas e fazer uma reserva de emergência deve sempre ser a prioridade. Os analistas da SUNO Research sempre salientam que é necessário antes poupar dinheiro para depois investir, e nunca se endividar para investir ou investir endividado. Esta matéria não é uma recomendação de investimento.

Fernando Soares

Compartilhe sua opinião