Tesla (TSLA34): Elon Musk revela plano de expansão da companhia e possíveis novas fábricas

O presidente-executivo da Tesla (TSLA34), Elon Musk, disse nesta quinta (4) que a fabricante de veículos elétricos provavelmente precisará de cerca de uma dúzia de fábricas para atingir sua meta de vender 20 milhões de veículos anualmente até 2030.

Um anúncio sobre a próxima localização da fábrica da Tesla pode ocorrer ainda este ano, disse ele na reunião anual de acionistas da montadora, realizada em sua fábrica na área de Austin, Texas.

A Tesla tem atualmente quatro fábricas de automóveis.

A reunião ocorreu após uma recente alta no preço das ações da Tesla depois que a empresa divulgou ganhos no segundo trimestre melhores do que o esperado.

A Tesla gerou US$ 2,3 bilhões em lucro no período, acima das expectativas de Wall Street, mas abaixo de seu lucro trimestral recorde de US$ 3,3 bilhões nos primeiros três meses do ano.

Tesla deve ter maior volume de funcionários dos próximos 12 meses

Em postagem no Twitter (TWTR34), Elon Musk disse que o número de funcionários da companhia vai aumentar nos próximos 12 meses, após reportagem da Reuters dizer que o empresário está pessimista quanto à economia e, por isso, pretende cortar 10% dos empregos da montadora.

“O número total de funcionários aumentará nos próximos 12 meses, mas o de assalariados deve ficar estável, em geral”, afirmou Musk.

Poco antes disso, a notícia do corte nos postos de trabalho repercutiu na ação da Tesla, que fechou o pregão do dia em questão em forte queda de 9,22% nas bolsas de Nova York.

Elon Musk mira queda de preços com possível queda da inflação

O bilionário Elon Musk também disse que a companhia pode reduzir preços dos carros elétricos, se houver queda inflacionária nos Estados Unidos.

Elon Musk se pronunciou a respeito da inflação quando respondia, em rede social, se a Tesla planejava diminuir os preços que a montadora havia elevado devido à pandemia e problemas na cadeia de fornecedores.

“Se a inflação se acalmar, podemos baixar os preços dos carros”, respondeu Musk sobre a Tesla.

Com informações do Estadão Conteúdo

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO