Patrocinado por:

Tangerino pretende alcançar R$ 1 mi em receita e inova com app para motoristas

Tangerino pretende alcançar R$ 1 mi em receita e inova com app para motoristas
Leonardo Barros, CEO do Tangerino. Foto: Divulgação

O Tangerino, startup de gestão de Recursos Humanos (RH), pretende alcançar R$ 1 milhão de receita recorrente mensal (MRR) até o final deste ano. A companhia já atingiu 93% dessa meta e prevê novas rodadas de investimentos no futuro. Além disso, vai lançar um aplicativo inovador para caminhoneiros e empresas de transportes.

A startup trabalha com gestão da jornada de trabalho que automatiza os processos manuais e transforma o RH em uma área estratégica.

Isso acontece por meio do acompanhamento dos registros de ponto em tempo real, automatização dos cálculos e de diversas rotinas da área. A empresa ainda pretende lançar mais um aplicativo: o Tangerino Motorista.

“Nós nascemos em 2012, quando foi aprovada a nova lei exigindo o controle de ponto para empregadas domésticas. Pouco tempo depois, percebemos que pequenas e médias empresas estavam usando o aplicativo, disponibilizado gratuitamente, quando surgiu a grande ideia: o produto poderia atender à necessidade de outros setores, como empresas”, disse o CEO da startup, Leonardo Barros.

Seis anos após o seu nascimento, a Tangerino recebeu o primeiro investimento de uma venture capital, a  Group Venture.

Já em janeiro deste ano, a startup foi selecionada para o ScaleUp da Endeavor, junto com outras 62 empresas de alto crescimento que estão gerando impacto no ecossistema local e em todo o país.

“Nosso objetivo é continuar crescendo e abrir novas rodadas de investimento para expandir nosso negócio”, disse o executivo.

O Tangerino é cliente da Amazon Web Service (AWS), plataforma de serviços de computação em nuvem.”Os serviços da AWS normalmente oferecem uma escalabilidade muito alta, com excelente disponibilidade e confiabilidade. O que em muitos casos acaba sendo percebido também como característica das soluções entregues pelo Tangerino.”

Tangerino inova com aplicativo que beneficia caminhoneiros e empresas

A nova aposta da startup é o aplicativo Tangerino Motorista, que pretende oferecer todos os benefícios concedidos em Lei para os caminhoneiros e para as empresas de transportes.

Segundo a companhia, atualmente nenhum sistema de controle de ponto do mercado se adequa à Lei nº 13.103, específica no controle de jornada dos motoristas terrestres (transporte de passageiros e transporte de cargas).

Dentre outros pontos, esse controle se caracteriza por tratar de especificidades da categoria, como as paradas obrigatórias (fundamental para evitar acidentes por fadiga).

Além disso, de acordo com a lei, os momentos de descanso e refeição não fazem parte da jornada devida – a ser paga aos caminhoneiros.

“Vale lembrar que o rastreamento de rota não é aceito como controle de jornada dos motoristas. Essa questão ainda é muito pouco endereçada no Brasil”, analisou Barros.

Os motoristas, mesmo em trabalho externo, devem ter a jornada de trabalho controlada e registrada, aplicando-se a legislação específica que é conhecida como a “Lei dos Caminhoneiros”.

Nos casos em que o motorista leva o carro da empresa para casa, o início da jornada dele deve ser considerado no momento em que o funcionário assume o volante.

Por esse motivo, para ter esse controle de forma mais precisa, o Tangerino criou o aplicativo focado no segmento.

Segundo a startup, Tangerino Motorista permite um controle preciso e geolocalizado da rotina dos motoristas de passageiros e de carga, conferindo justiça tanto para as empresas quanto para os colaboradores.

O app oferece, ainda, todos os benefícios do Tangerino Controle de Ponto, como envio de atestados, solicitações de reembolso, dentre outros.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!