Simpar (SIMH3): S&P reafirma ratings de crédito, apesar de alavancagem ainda elevada

A S&P Global reafirmou os ratings de crédito de emissor e de emissão ‘BB-‘ na escala global e ‘brAA+’ na escala Nacional Brasil da Simpar (SIMH3), com perspectiva positiva, indicando que a agência de classificação de risco pode elevar os indicadores se a empresa apresentar melhoras em suas métricas de crédito.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1-1.png

“A perspectiva positiva indica que poderemos elevar os ratings nos próximos 6-12 meses se observarmos fluxos de caixa mais fortes e menores cargas de juros nos próximos anos, à medida que a Simpar continua beneficiando-se da diversificação de seus segmentos de negócios e do sólido crescimento”, disse a S&P Global.

A agência espera, também, que a Simpar mantenha operações eficientes e continue absorvendo sinergias provenientes de recentes aquisições. “Acreditamos que a margem EBIT da empresa ficará acima de 20% nos próximos anos”.

Por outro lado, devido ao crescimento financiado por dívida em meio a taxas de juros elevadas no Brasil, a S&P ressalta que a melhora nas métricas de crédito da Simpar têm demorado mais do que o esperado, limitando assim uma elevação dos ratings neste momento.

“Esperamos que algumas subsidiárias financiem investimentos com fluxos de caixa internos e continuem refinanciando os próximos vencimentos a custos mais baixos, enquanto outras entidades continuam beneficiando-se do bom acesso do grupo aos mercados de capitais, a fim de financiar o crescimento a custos razoáveis, diminuindo a carga de juros”.

Projeções da S&P para a Simpar

A S&P projeta que a receita líquida da Simpar seja de cerca de R$ 32,5 bilhões em 2023, ante R$ 13,9 bilhões em 2021.

“A Simpar possui sólido histórico na consolidação de aquisições e na absorção de sinergias, mantendo sólida rentabilidade. A maior escala do grupo lhe garante amplo acesso a descontos e serviços rápidos de montadoras com maior acesso do que os players menores possuem e similar ao que um dos principais concorrentes e líder de mercado, a Localiza (RENT3), obtém para veículos leves”, avalia.

Ainda de acordo com a agência, a expectativa é de que o grupo continue focando em medidas de eficiência, expandindo gradualmente a margem EBIT da Simpar para 22-25% em 2024-2025, versus cerca de 21% em 2023.

Simpar (SIMH3): analistas recomendam compra e veem upside de 88%; veja análise

Em relatório divulgado no fim de novembro, a Genial Investimentos reiterou recomendação de compra para as ações da Simpar após investor day da companhia. Segundo os analistas da casa, a potencial revisão do ritmo de crescimento da Simpar sugere uma menor necessidade de investimentos em capex.

“A extração de valor mais eficiente de seus ativos, deve melhorar as margens operacionais e a queda nas taxas de juros apresenta uma perspectiva de redução das despesas financeiras que seguem machucando o lucro”, afirma a equipe da Genial. 

Entre as empresas do grupo, segundo a Genial, a JSL (JSLG3) alcançou 88% da sua meta de receita de R$10,8 bilhões até 2025, resultado impulsionado pelas aquisições feitas nos últimos 12 meses com a IC Transportes e a FSJ.

“A JSL demonstra um desempenho notável no mercado de logística, com uma participação média de 0,9%, superando nossas estimativas iniciais de 0,7%”, aponta a casa.

Quanto à Movida (MOVI3), os analistas dizem que a aquisição da frota de 214 mil carros fez os resultados serem consumidos por altos níveis de depreciação e alavancagem. Portanto, o foco deve ser retornar a rentabilidade. 

A empresa está empenhada em melhorar seus níveis de retorno, visando elevar de 3% para 13%, visando maior produtividade da frota, giro de ativos mais rápido, gestão de rendimento e iniciativas de redução de custos.

No caso da Vamos (VAMO3), a mensagem passada pela diretoria foi conservadora sobre o capex, informa a Genial. “Mesmo considerando a reavaliação da meta para 75 mil ativos, em resposta à mudança do preço médio do caminhão, o progresso de 60% é relativamente mais baixo que as demais subsidiárias listadas”, explicam os analistas. 

Por fim, das empresas não listadas, a Genial afirma que a Automob parece pronta para abrir capital e potencializar seu novo ciclo de expansão. “Acreditamos que, caso necessário, os portos ou rodovias podem ser desinvestidos para aliviar a alavancagem da holding.”

Neste contexto, a casa recomenda compra das ações da Simpar, com preço-alvo de R$ 15,50. um upside de 88%. 

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Desempenho das ações da Simpar

Cotação SIMH3

Gráfico gerado em: 06/12/2023
1 Dia

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião