Resultados do 2T22

Saque do FGTS é liberado, mas aplicativo apresenta instabilidade e fila de espera

Saque do FGTS é liberado, mas aplicativo apresenta instabilidade e fila de espera
FGTS teve saque liberado recentemente, porém aplicativo apresentou instabilidade - Foto: Agência Brasil

A partir desta quarta-feira (20), cerca de 3,9 milhões de pessoas podem retirar até R$ 1 mil do saldo de suas contas do FGTS. O valor foi liberado para os nascidos em janeiro, que terão direito ao resgate por meio do saque extraordinário do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Porém, nesta manhã, diversas pessoas relataram dificuldades no sistema da Caixa Econômica Federal, tanto para consultar o saldo por meio do aplicativo do FGTS quanto para acessar o aplicativo da Caixa Tem, que permite a movimentação do dinheiro resgatado.

Dentre as reclamações estão problemas de instabilidade, demora para carregar o sistema, erro no login do aplicativo e até mesmo direcionamento dos usuários para uma “sala de espera virtual”, com um horário previsto de atendimento.

Nas redes sociais, diversos beneficiários do saque extraordinário relataram seus problemas:

Resposta da Caixa Econômica

O SUNO Notícias entrou em contato com a Caixa, que informou que os aplicativos CAIXA Tem e App FGTS estão operando em normalidade.

O banco ressaltou que, devido ao início do Saque Extraordinário do FGTS, houve um aumento na consulta aos serviços e o funcionamento dos aplicativos, ainda assim, não ficou comprometido.

“Apenas nesta quarta-feira (20), até as 10h, no CAIXA Tem, já foram realizadas mais de 31 milhões de operações por 1,8 milhões de usuários distintos. No app FGTS, mais de 2,6 milhões de usuários realizaram consultas”.

Em relação a fila de espera, a Caixa informou que nos momentos de maior pico, os usuários podem ser direcionados para uma fila de espera momentânea, “com o objetivo de garantir o acesso aos serviços”.

Como funciona o saque extraordinário do FGTS?

Com início nesta quarta (20) para os nascidos em janeiro, as liberações do saque extraordinário do FGTS vão acontecer até 15 de junho, quando os nascidos em dezembro tem direito a retirar os seus valores e concluir este que é o terceiro ciclo de liberação durante o governo de Jair Bolsonaro.

Segundo a Caixa, o valor a ser liberado vai até R$ 1 mil, mas depende do saldo que cada pessoa possui no FGTS, considerando a soma dos valores disponíveis de todas as contas do fundo de garantia do CPF.

Os trabalhadores terão o recurso creditado automaticamente na conta do aplicativo Caixa Tem. A movimentação do dinheiro só será possível por meio deste aplicativo, seja para efetuar compras e pagamentos ou para transferir o valor para outro banco.

A Caixa informou que, embora o aplicativo do FGTS ofereça a opção de cadastrar uma conta bancária de outra instituição financeira, essas informações não serão consideradas para o depósito do Saque Extraordinário.

Como consultar

Para saber se tem direito ao benefício, é possível realizar a consulta por meio do aplicativo do FGTS ou pelo site da Caixa. No app, são oferecidos mais dados como a data prevista de pagamento e o valor a ser credito. Já no site é possível ver se tem direito e a data do crédito.

Veja as datas de pagamento do saque extraordinário do FGTS:

Nascidos emDinheiro disponível em
Janeiro20 de abril
Fevereiro30 de abril
Março4 de maio
Abril11 de maio
Maio14 de maio
Junho18 de maio
Julho21 de maio
Agosto25 de maio
Setembro28 de maio
Outubro1º de junho
Novembro8 de junho
Dezembro15 de junho

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO