Semana do Fiagro

Reino Unido anuncia a primeira morte por variante Ômicron da Covid-19

Reino Unido anuncia a primeira morte por variante Ômicron da Covid-19
Com alta de casos da Covid-19, China aumenta pressão em Xangai e Pequim - Foto: Pixabay

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou nesta segunda-feira (13) que ao menos um paciente morreu após contrair a variante Ômicron do coronavírus. Este é o primeiro caso conhecido de morte pela variante no mundo.

“Infelizmente, foi confirmado agora que ao menos um paciente morreu com Ômicron”, disse Johnson aos repórteres. “Então acho que a ideia de que esta é de alguma maneira uma versão mais branda do vírus é algo que precisamos deixar de lado, e simplesmente reconhecer o ritmo intenso com que ela se dissemina pela população.”

No último domingo (12), foram 1.239 novos casos da Ômicron confirmados no país. O total detectado cresceu e alcançou 3.137, sendo 65% a mais que os 1.898 acumulados até o dia anterior. O Reino Unido detectou os primeiros casos da variante no país em 27 de novembro.

Boris Johnson impôs restrições mais duras desde que os primeiros casos da variante mais transmissível foram detectados e no domingo pediu às pessoas que recebam vacinas de reforço para evitarem sobrecarregar o sistema de saúde.

O secretário britânico da Saúde, Sajid Javid, disse que a Ômicron está se disseminando em um “ritmo fenomenal” e que no momento representa cerca de 40% das infecções de Londres.

Infecções pela Ômicron no Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda (13) que acredita que devam existir mais casos da variante Ômicron do coronavírus do que os 11 já foram mapeados até este domingo (12).

“Já foram identificados 11 casos da variante aqui no Brasil e, com certeza, devem existir mais”, disse Queiroga. ”Quando se identifica uma variante, não é o caso de punir o país que a identificou. Temos que aplaudir quem identifica as variantes do vírus para que possamos nos preparar melhor para combater as ameaças causadas por mutações”, emendou o ministro.

Do total de casos de infecção pela Ômicron, cinco estão no estado de São Paulo, dois no Distrito Federal, dois no Rio Grande do Sul e dois em Goiás. Além disso, a pasta confirmou durante o último final de semana que investigava duas notificações em Goiás e uma em Minas Gerais.

Victória Anhesini

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO