Com queda da Selic, JPMorgan aposta em renda fixa no Brasil

Com queda da Selic, JPMorgan aposta em renda fixa no Brasil
JPMorgan Chase divulga previsões para o PIB no Brasil

O banco JPMorgan Chase começou a ampliar suas operações de renda fixa no Brasil para abranger os títulos locais. Isso porque as emissões de títulos de renda fixa estão batendo recorde com a taxa Selic chegando aos números mais baixos da história e as reformas do governo de Jair Bolsonaro (PSL) no radar econômico.

Segundo a diretora de mercado de capitais de dívida internacional e local do JPMorgan no Brasil, o banco iniciou os trabalhos com clientes corporativos no começo deste ano para gerir suas emissões de títulos denominados em reais.

“O mercado local de títulos no Brasil continuará a crescer, à medida que as taxas de juros em recorde de baixa empurram os investidores para diversificar e procurar oportunidades na dívida corporativa local”, afirmou Lorenzo à imprensa.

A executiva ainda disse que há um grande espaço para o crescimento, com títulos corporativos locais caracterizando somente 5% dos ativos dos fundos locais de renda fixa sob administração.

O banco norte-americano está concorrendo com os maiores bancos brasileiros uma parte do crescente mercado doméstico de títulos.

De acordo com uma apuração da “Bloomberg”, o Banco Itaú e o Bradesco são os que possuem mais influência em subscrição neste ano. Os outros principais bancos estrangeiros no mercado são:

  • Santander
  • Citigroup
  • BNP Paribas
  • Goldman Sachs

Ainda segundo os dados apurados pela agência, a emissão de título local cresceu 8% no ano, chegando a uma marca histórica de R$ 119 bilhões.

Veja também: Follow-on do Banco do Brasil deve ser lançado no início de outubro

Este número, segundo especialistas, avançou por conta da movimentação das empresas para conseguir empréstimos mais baratos no Brasil.

“Há um apetite crescente por ativos brasileiros de alta qualidade”, disse a executiva do JPMorgan, reforçando que a aprovação da reforma da Previdência gerou uma expectativa positiva e aumentou a confiança do mercado.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!