Privatizações não podem ser “precipitadas”, diz ministro da Ciência

O ministro Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, defendeu uma certa cautela sobre as privatizações de empresas como o Correios e a Ceitec. As duas companhias estão sob a direção da pasta comandada por Pontes.

A declaração foi dada frente ao plano da equipe econômica da gestão Bolsonaro em promover uma “limpeza” no governo através das privatizações.

O ministro afirmou que não é contra as privatizações e que está de acordo com o planos econômicos do governo. Entretanto, Pontes defendeu que as medidas devem ser tomadas com base em estudos e números.

Saiba Mais: Paulo Guedes afirma que governo deve superar meta de privatizações

O ministro da Ciência e Tecnologia afirmou que a decisão afeta dezenas de famílias e deve ser feita de forma “responsável e lógica, sem precipitação”.

Empresas na lista da privatização

O Correios tem mais de 100 mil funcionários e tem acumulado prejuízo nos últimos anos. A Eletrobras é outra empresa que gera polêmica ao ser indicada para privatização.

A entrega da companhia à iniciativa privada recebe resistência de militares e até mesmo de deputados e senadores. O motivo é que os parlamentares usam a Eletrobras para indicação de cargos a aliados.

Até mesmo o presidente Jair Bolsonaro pode ter pedido algum tipo de cautela ao Ministro da Economia, Paulo Guedes. O economista sinalizou que o líder do Executivo teria questionado a ideia de privatizar a Petrobras.

Saiba Mais: Paulo Guedes: Empresas que vocês nem suspeitam serão privatizadas

Depois, porém, o presidente declarou que “simpatiza” com a entrega da petroleira à iniciativa privada.

Dentre as empresas que estão na lista para ficaram mais “enxutas” estão:

  • Petrobras
  • Banco do Brasil
  • Caixa Econômica Federal
  • Correios
  • Ceitec

A Petrobras já anunciou que vai vender 60% de quatro refinarias no Sul e Nordeste do País. A estatal também afirmou que estuda a venda de uma fatia da participação na BR Distribuidora.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Apesar da Eletrobras ser alvo das maiores resistências sobre a privatização, o processo pode estar avançando. A dúvida ainda é sobre como será feito, por privatização ou capitalização.

“Quer saber mais sobre o IPO do Uber? Baixe aqui o relatório completo GRATUITO”

Beatriz Oliveira

Compartilhe sua opinião