PRIO (PRIO3) encontra indícios de óleo no prospecto Maracanã, na Bacia de Campos

A PRIO (PRIO3), ex-PetroRio, anunciou nesta segunda (8) descobertas importantes no prospecto Maracanã. Durante a segunda fase de revitalização do campo de Frade, na Bacia de Campos, a empresa identificou indícios de óleo significativos no Poço 3-PRIO-1-RJS, localizado a 6 km a sudoeste do FPSO Valente.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/1420x240-Banner-Home.png

Além disso, no objetivo primário, conhecido como arenito do Eoceno, foi constatada uma coluna de óleo com 36 metros de extensão (net pay), exibindo uma rocha com 28% de porosidade e pressão original inicial.

Ainda de acordo com a PRIO, foram encontrados indícios de óleo no objetivo secundário, denominado arenito do Mioceno, com uma porosidade de 29%.

De acordo com o comunicado da companhia, nos próximos meses a PRIO aprofundará os estudos técnicos em ambas as áreas, incluindo a possibilidade de perfurar um poço de extensão adicional para delimitar a área e estimar o volume dos recursos presentes (VOIP).

“Se comprovadas economicamente viáveis, essas acumulações poderão abrir caminho para mais uma frente de desenvolvimento no campo de Frade”, afirma a PRIO.

PRIO: lucro do 1T23 sobe, mas ações caem. Por quê?

O balanço do primeiro trimestre de 2023 (1T23) da PRIO, ex-PetroRio (PRIO3), mostrou uma leve alta de 1% no lucro líquido da empresa, que chegou na casa dos US$ 231 milhões. Na quinta (4), os papéis da petroleira eram negociados em queda na Bolsa de valores, mesmo com os números positivos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Entre os principais números do balanço da PRIO do 1T23, destacam-se:

  • Receita líquida de US$ 565 milhões, alta de 82% ante 1T22;
  • Ebitda (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado de US$ 379 milhões, alta de 66% ante 1T22;
  • Lucro líquido de US$ 231 milhões, alta de 1% ante 1T22;

Na visão dos analistas da Genial Investimentos Vitor Sousa e Israel Rodrigues, a empresa apresentou resultados ligeiramente abaixo do consenso.

“Como principais motivos para tal performance, citamos a queda na produção do campo de Polvo e Tubarão Martelo devido a uma parada técnica ao longo de oito dias e a conclusão da aquisição de Albacora Leste, que naturalmente, trás consigo um custo relacionado a sua transição e uma operação que ainda deve ser otimizada pela Prio ao longo dos próximos meses (eficiência operacional de apenas 64% no trimestre no que diz respeito a produção)”, destacaram os especialistas.

O papel da PRIO conta com recomendação de compra na Genial, com o preço-alvo de R$ 60. 

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Janize Colaço

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno