Dólar

PF investiga possíveis ameaças aos presidenciáveis feitas pela internet

Em meio a votação para primeiro turno, a divisão de inteligência da Polícia Federal intensificou a vigilância na internet a respeito de possíveis ameaças aos presidenciáveis.

Os agente também foram as ruas com disfarces para aumentar a segurança dos presidenciáveis.

Também está sendo um acompanhamento velado de pessoas que podem oferecer algum risco a saúde física dos políticos. Por ser um serviço feito pela inteligência como forma de proteção, a medida não exige uma ordem judicial.

A delegada responsável pela operação comentou que todos os incidentes relacionados ao campo digital são checados. Além disso, eles são responsáveis por levantar se as pessoas investigadas têm antecedentes criminais.

Com candidatos a presidência, seis têm segurança da PF. São eles: Fernando Haddad(PT), Jair Bolsonaro(PSL), Ciro Gomes(PDT), Geraldo Alckmin(PSDB), Marina Silva(Rede), Alvaro Dias(PODE).

Todos os presidenciáveis citados dispõe de 25 policiais para fazer o trabalho de segurança. A proteção para o candidato eleito vale até o fim de 2018.

Mateus Vasconcellos

Compartilhe sua opinião