AGENDA

PetroRio (PRIO3) dispara 18% com potencial compra de Albacora da Petrobras (PETR4)

PetroRio (PRIO3) dispara 18% com potencial compra de Albacora da Petrobras (PETR4)
PetroRio (PRIO3) Sede. Foto: Divulgação

A PetroRio (PRIO3) dispara no Ibovespa na tarde desta sexta-feira (5) com a confirmação de que foi selecionada pela Petrobras (PETR4) para a compra dos campos de Albacora e Albacora Leste.

A informação foi publicada em fato relevante pela PetroRio às 11h44, enquanto o mercado já estava aberto. As negociações do ativo foram paralisadas. Por volta das 16h45, as ações da PetroRio subiam 18%%, para R$ 27,72.

Segundo o documento, a companhia está em fase final de negociação com a Petrobras e possui direito exclusividade. Em Albacora, o consórcio entre PetroRio e Cobra superou oferta do consórcio composto pela Enauta (ENAT3), 3R Petroleum (RRRP3), Talos Energia e EIG Global.

O mercado estima que a operação poderá custar US$ 4 bilhões (R$ 22,10 bilhões na cotação atual) à PetroRio, que poderia aumentar sua produção dos atuais 31 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) para cerca de 90-100 mil barris diários.

Segundo dados da ANP, os campos de Albacora e Albacora Leste entre 30 e 40 mil barris por dia. A Petrobras estima que os campos possuam, respectivamente, 4,4 bilhões de barris e 3,8 bilhões de barris no pós-sal e com potencial de produção no pré-sal.

PetroRio amplia gama de produção

Os campos são vizinhos dos ativos de Frade e Wahoo, ambos da PetroRio, o que pode trazer grande sinergia aos ativos, segundo avaliação do BTG Pactual em relatório publicado no início de outubro.

O Campo de Frade passa por um projeto de revitalização, enquanto a produção de Wahoo deverá ocorrer somente em 2024.

Localização de Albacora
Localização de Albacora

Segundo o teaser publicado pela Petrobras, Albacora iniciou a produção no final da década de 1980, enquanto Albacora Leste começou em 2006.

A negociação para venda dos ativos incluem as três plataformas que operam na região e a infraestrutura de escoamento do óleo. A Petrobras visa vender 100% de Albacora e 90% de Albacora Leste. A Repsol é dona dos 10% restantes.

“Dado os valores envolvendo a atual negociação serem maiores, acreditamos que a companhia possivelmente viria a mercado através de um novo follow-on em busca dos recursos necessários para o sucesso da transação”, comenta Ilan Arbetman, analista da Ativa Investimentos.

Segundo ele, o negócio “tem caráter transformacional para a companhia, e motiva a escalada visualizada em suas ações durante o pregão de hoje”.

Com a alta de hoje, a PetroRio sobe mais de 80% em 2021.

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!