Semana do ESG

Petrobras (PETR4) vai contratar soluções de startups; veja como participar

Petrobras (PETR4) vai contratar soluções de startups; veja como participar
Foto: Divulgação/Petrobras

A Petrobras (PETR4) anunciou nesta segunda-feira (4) o início do quinto módulo do Programa Conexões para Inovação, chamado de Aquisições de Soluções.

Empresas de tecnologia e startups terão oportunidades de vender soluções inovadoras para a Petrobras, e ainda, a petrolífera conta com investimento de até R$ 21,2 milhões no projeto.

Neste ciclo, de acordo com a nota da empresa, serão selecionadas inovações nas áreas de robótica, tecnologias de inspeção e tecnologias digitais. As inscrições vão até 31 de julho e as empresas podem receber até R$ 1,6 milhão por proposta para desenvolvimento e testes das soluções em ambientes produtivos.

Como funciona o programa

A Petrobras detalhou seu processo de seleção de empresas da seguinte forma:

  • Primeiro, haverá uma pré-avaliação por uma banca de especialistas;
  • Em seguida, uma fase de mentoria técnica para aprimoramento do plano de trabalho;
  • Preparação para o pitch day: apresentação das propostas das empresas para uma banca de gestores e especialistas da Petrobras.

Na avaliação, são considerados critérios como o modelo de negócios, implantação da solução ao final projeto, consistência e competitividade da proposta, impacto e geração de valor, escalabilidade e abrangência da solução.

A primeira seleção do módulo foi lançado em 2021, e até agora foram sete empresas contratadas por meio dos Contratos Públicos para Soluções Inovadoras (CPSIs), que trouxe agilidade aos processos de contratação e teve regras incorporadas ao Regulamento de Licitações e Contratações da Petrobras (RLCP).

Os CPSIs possuem vigência de até 12 meses, com a disponibilidade de prorrogação de mais 12, para validação das soluções tecnológicas.

Após o contrato de inovação, a solução com melhor desempenho, e que demonstrou agregar valor para o negócio da Petrobras, pode ser contratada por um período de dois anos, prorrogáveis por mais dois anos, para fornecimento em escala. Essas duas fases em conjunto agilizarão a implantação das soluções na companhia e a consolidação dos novos fornecedores no mercado.

Desde o seu lançamento, o programa da Petrobras já abriga oito diferentes módulos: Parcerias Tecnológicas, Transferência de Tecnologias, Ignição, Encomendas Tecnológicas, Startups, Aquisição de Soluções, Open Lab e Residentes. Esses dois últimos são inéditos, recém-lançados.

Os módulos têm o objetivo de acelerar a inovação conectando a empresa com todo o ecossistema, desde startups, ICTs, universidades até empresas, a partir de demandas mapeadas internamente pelas áreas corporativa e de negócios.

A Petrobras tem, atualmente, uma carteira de mais de R$ 3 bilhões contratada, com mais de 150 parceiros tecnológicos, nas diversas modalidades de contratação e acordos de cooperação.

Cotação da Petrobras

As ações preferenciais da Petrobras encerraram o dia em alta de 2,14%, a R$ 29,14. No acumulado do ano, sobem 0,17%.

(Com informações do Estadão Conteúdo)

Victória Anhesini

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO