Grana na conta

Petrobras (PETR4): banco prevê forte aumento em dividendos e alta nas ações

A Petrobras (PETR4) teve o o preço-alvo de seu ADR (American Depositary Receipt), o PBR, elevado pelo Credit Suisse de US$ 18 para US$ 20.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-3.png

O banco reiterou a sua recomendação de “Outperform” (desempenho acima da média do mercado, equivalente à recomendação de compra) para os ADRs da Petrobras.

Os analistas Regis Cardoso e Marcelo Guimero afirmaram, em relatório publicado no domingo, que a atualização do preço-alvo para o ADR reflete maiores expectativas para os preços do petróleo no longo prazo.

O banco aumentou a estimativa para o barril do petróleo Brent de US$ 70 para US$ 75 em 2025 e de US$ 65 para US$ 70 em 2026.

As mudanças na estimativa são fruto da inflação na cadeia de oferta usptream, uma vez que os custos de capital aumentaram 20% desde o fundo em 2016-2020.

Para o curto e médio prazo, a instituição trabalha com o cenário de que os preços do petróleo devem atingir US$ 90 no quarto trimestre de 2022, US$ 85 em 2023 e US$ 80 em 2024.

Segundo o Credit Suisse, a recuperação pós-pandemia deve ser freada pelo enfraquecimento na atividade econômica, o que deve diminuir a demanda pela commodity — por mais que os preços possam receber suporte de mercado através da Opep+ (Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Mais dividendos da Petrobras

Os analistas do Credit também discorreram sobre um possível maior fluxo de dividendos da Petrobras no próximo trimestre.

Segundo os analistas, após uma série de reduções no preço do combustível no cenário internacional e doméstico, a Petrobras deve gerar US$ 8 bilhões de fluxo de caixa livre e distribuir todo este dinheiro a seus acionistas em forma de dividendos.

“Dentro de um horizonte de tempo de seis meses, estamos olhando para cerca de 20% de retorno só em yields”, afirmam.

Assumindo uma estabilidade no preço do barril do Brent em US$ 90, os analistas estimam um fluxo de caixa de US$ 9 bilhões no terceiro trimestre (3T22) e de US$ 8 bilhões no último trimestre do ano (4T22).

“Acreditamos que a Petrobras pode anunciar até US$ 9-12 bilhões em dividendos (yield de 11-14%) no terceiro trimestre de 2022, se decidir antecipar parcialmente a geração de caixa do quarto trimestre de 2022 para os dividendos do terceiro trimestre de 2022”, dizem os analistas.

Os ADRs da Petrobras fecharam o último pregão em alta de 3,21%, sendo negociados a aproximadamente R$ 13,52 — o que implica potencial de alta de cerca de 33%, segundo o preço-alvo estipulado pelo Credit Suisse.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Laura Intrieri

Compartilhe sua opinião