AGENDA

Petrobras (PETR4) assina contrato de arrendamento da Usina TermoCamaçari (BA)

Petrobras (PETR4) assina contrato de arrendamento da Usina TermoCamaçari (BA)
Petrobras (PETR4). Foto: Agência Petrobras/Geraldo Falcão

A Petrobras (PETR4) assinou nessa sexta-feira (26) contrato de arrendamento da Usina Termelétrica TermoCamaçari, localizada no Estado da Bahia, com vigência até agosto de 2030.

Em documento arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Petrobras informa que a assinatura do contrato aconteceu após a retomada das negociações com a Proquigel Química, subsidiária da Unigel Participações.

Além disso, a estatal petrolífera lembra que o arrendamento está alinhado com a sua estratégia de melhoria da sua alocação do capital e da construção de um ambiente favorável à entrada de novos participantes no segmento de gás e energia.

A UTE TermoCamaçari é uma usina termelétrica movida a gás natural situada em Camaçari, na Bahia, com capacidade instalada de 120 MW.

Veja também:

Petrobras planeja investir R$ 16 bilhões na Bacia de Campos nos próximos 5 anos

A Petrobras pretende investir R$ 16 bilhões na Bacia de Campos nos próximos cinco anos, anunciou a estatal nesta quinta (25). Esse valor equivale a 23% da estimativa total de investimentos que a estatal tem para o período entre 2022 e 2026.

A Bacia de Campos é uma bacia sedimentar marítima que se estende das imediações da cidade de Vitória, no Espírito Santo, até Arraial do Cabo, no litoral norte do Rio de Janeiro. Nessa área, estão localizados campos com importantes reservas na camada pré-sal. Atualmente, ela é a segunda maior produtora do país, atrás apenas da Bacia de Santos.

“Estamos avançando em grandes revitalizações na Bacia de Campos”, disse hoje (25) o diretor de comercialização e logística da estatal, Fernando Borges, durante o Petrobras Day, evento de relacionamento com investidores. Borges confirmou a desistência da venda do campo de Marlim, que deverá contar com duas novas unidades a partir de 2023.

Descoberto em 1985, o campo de Marlim situa-se na Bacia de Campos e está distante aproximadamente 110 quilômetros do litoral fluminense. “Não consta mais na nossa carteira de desinvestimentos. Ressalto que a gestão ativa de portfólio é dinâmica. No mínimo anualmente fazemos uma revisão. E isso vai acontecer com todos os ativos”, acrescentou diretor de comercialização e logística da Petrobras.

Com informações da Agência Brasil

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!