Ouro fecha em baixa após sequência de ganhos, com dados positivos do EUA

Ouro fecha em baixa após sequência de ganhos, com dados positivos do EUA
Ouro é influenciado pelos resultados do varejo. Foto: Pixabay

O contrato futuro do ouro interrompeu sequência de ganhos que havia acumulado nesta semana, encerrando esta sexta-feira (15) em baixa. O metal é influenciado pela cenário de menor busca por segurança no mercado, que costuma favorecer o ativo. Isso inclui a divulgação dos dados de varejo positivo nos EUA, interrompendo assim uma sequência de três sessões seguidas em alta.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange, o ouro com entrega agendada para dezembro perdeu 1,65% hoje, a US$ 1.758,30 a onça-troy, mas avançou 0,62% na comparação semanal.

As vendas no varejo nos EUA avançaram 0,7% entre agosto e setembro, a US$ 625,4 bilhões, segundo informou o Departamento de Comércio americano nesta manhã. O resultado contrariou a previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que era de queda de 0,2%.

O indicador contribuiu para o ambiente favorável nas mesas de operações, que foram em busca de aplicações mais arriscadas, em detrimento das reservas de segurança. Nesse cenário, os juros dos Treasuries avançaram e, como consequência, ajudaram a pressionar o ouro – a commodity tende a ficar em desvantagem quando os rendimentos estão em alta.

O analista Edward Moya, da Oanda, explica que o cenário reflete notícias positivas referentes à maior economia do planeta. “O ouro já estava pronto para a realização de lucros, mas o movimento de queda pode se estender se Wall Street continuar a impulsionar as ações”, avalia.

Cotação do ouro na última quinta (14)

O ouro fechou em alta, nesta quinta-feira (14), pelo terceiro pregão consecutivo. Em meio ao aumento das preocupações com a inflação no mundo, investidores compram o metal precioso para fazer hedge (proteção). Além disso, a commodity também foi apoiada pela desvalorização do dólar e o recuo dos juros dos Treasuries de longo prazo.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro subiu 0,18%, a US$ 1797,9 por onça-troy.

(Com informações da Agência Estado)

Tags
Bruno Galvão

Compartilhe sua opinião

Manual 10 passos essenciais para se tornar um investidor de sucesso. Baixe Grátis!

Baixar agora!