Nomad é a representante do Brasil no G20 para startups

A fintech Nomad é a representante do Brasil no Startup20, Grupo de Engajamento do G20 para pautas específicas e prioritárias. O convite para a participação do evento veio da Associação Brasileira de Startups (Abstartups).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

No grupo das Startup20, a Nomad teve a oportunidade de apresentar novos projetos e recomendações para os líderes da cúpula do G20, com potencial para influenciar as políticas do grupo em áreas de finanças, governanças e sustentabilidade. O evento ocorreu nos dias 3 e 4 de julho, em Gurugam, na Índia.

O Startup20 foi criado em 2023, como uma forma de reconhecimento ao protagonismo das startups em diversas nações como impulsionadoras da inovação. Diferentes nações estiveram presentes no encontro, incluindo Alemanha, Canadá, China, Estados Unidos, França e Reino Unido.

Na cerimônia de encerramento, o dirigente da Startup20, Chintan Vaishnav, passou o bastão para o Brasil, próximo presidente do Encontro do G20 de 2024, que demonstrou estar comprometido em dar continuidade às iniciativas do Startup20.

As propostas do Startup20 serão submetidas para votação na próxima reunião de cúpula do G20, que acontece no Rio de Janeiro.

Nomad no Startup20

O CEO da Nomad, Lucas Vargas, e a Diretora Executiva, Nathalia Rodrigues, foram os representantes da fintech no evento.

O CEO comentou que a trajetória ascendente da Nomad promove desafios diários para adotar estratégias inovadoras. Com operações no Brasil e nos Estados Unidos, Vargas espera que a experiência deles tenha conseguido “contribuir com a criação de medidas que fomentem o setor de inovação e tecnologia nos países do G20”, diz.

Durante a conferência, são realizados grupos temáticos para aprofundar as discussões e encaminhar propostas ao G20. “Essa abordagem permite a construção de propostas uniformes, que capturam as características e necessidades essenciais dos projetos debatidos, criando um ambiente de negócios sustentável, voltado ao desenvolvimento regional e expansão internacional”, destaca Nathalia Rodrigues.

Além de contribuir com suas ideias e perspectivas, a Nomad compartilha seu case de sucesso como uma fintech pioneira na oferta de uma conta global para os brasileiros. A empresa também destaca como tem atuado para se manter inovadora em um mercado financeiro altamente competitivo.

No próximo ano, o Brasil será a sede do G20 e a presidente da Abstartups, Ingrid Barth, atuará como coordenadora do evento de Startup20. Ela acredita que essa é uma oportunidade de dar mais visibilidade às iniciativas do país e atrair investimentos e negócios.

“Hoje, o setor representa 15% do PIB do G20 e a tendência é de que este percentual aumente nos próximos anos. É muito importante que este grupo exista e as conversas da cúpula aconteçam para, além de promover o Brasil, gerar um impacto econômico e social positivo na sociedade”, comenta a presidente da Abstartups.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Crescimento da Nomad em 2023

No primeiro trimestre de 2023, a fintech passou por um crescimento acelerado. Os resultados da empresa apontaram para uma multiplicação de até três vezes no volume de transações no cartão da empresa, em relação ao mesmo período do ano anterior. Em paralelo, a empresa chegou aos R$ 2 bilhões de ativos de clientes sob custódia no mês de abril.

Na Nomad, os principais serviços oferecidos são a conta corrente americana e os investimentos em dólar para brasileiros. Com a retomada das viagens internacionais, o crescimento da empresa ganhou impulso ainda maior pela foco de clientes às cotações do dólar e a compra da moeda estrangeira. 

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Camila Paim

Compartilhe sua opinião