Patrocinado por:

Minerva (BEEF3) e Marfrig (MRFG3): Frigoríficos suspendem abates e processamento de carne

Minerva (BEEF3) e Marfrig (MRFG3): Frigoríficos suspendem abates e processamento de carne
Minerva. Foto: Divulgação

Com o aumento nos preços da arroba bovina e a queda na renda dos brasileiros, o mercado vem sofrendo com uma onda de suspensões temporárias de produção. Com isso, as duas gigantes do setor, Minerva Foods (BEEF3) e a Marfrig Global Foods (MRFG3) tiveram que parar suas operações.

A Minerva está com operações paradas e seus funcionários em férias coletivas na unidade de Mirassol D’Oeste, em Mato Grosso, sem previsão de retorno, disse uma fonte à Reuters.

Além disso, de acordo com a agência, a Marfrig concedeu férias coletivas aos seus colaboradores por 30 dias na unidade de Alegrete, Rio Grande do Sul. Todavia, as atividades foram retomadas no primeiro dia do mês de abril.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

De acordo com Paulo Mustefaga, presidente da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo),  diversas unidades de pequeno, médio e grande portes realizaram paralisações ou ainda seguem paradas em função da elevação do preço da arroba, impulsionada pela baixa oferta de gado e forte demanda externa.

Veja Também: Marfrig (MRFG3) pretende elevar a 42% o transporte da produção por ferrovia até o fim do ano

“O preço do boi subiu cerca de 60% em um ano e a indústria conseguiu repassar no máximo 40% dos custos… (o setor) está com uma dificuldade muito grande de fechar as contas”.

Outra questão que motivou a paralisação é a redução do poder de compra das famílias brasileiras, que sofreram uma diminuição em suas rendas com a pandemia do coronavírus, disse o presidente da associação.

Veja Também: Minerva (BEEF3) pagará R$ 384,29 milhões em dividendos complementares

Cotação da Minerva e Marfrig

A ação da Minerva (BEEF3) estava nesta terça-feira (13), por volta das 15h25 em uma queda de 0,47%, cotada a R$ 10,59. Ao passo que o papel da Marfrig (MRFG3), no mesmo período, registrava uma queda de 1,70%, negociado a R$ 17,93%.

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião