Semana do ESG

Meta (FBOK34): Zuckerberg fala em crise e anuncia corte de contratações

Meta (FBOK34): Zuckerberg fala em crise e anuncia corte de contratações
Mark Zuckerberg, CEO do Facebook. Foto: Anthony Quintano/CC

O CEO da Meta, Mark Zuckerberg, emitiu um alerta para os funcionários em que afirmava que a empresa controladora do Facebook enfrenta uma das “piores crises já vistas na história recente”, o que exigirá uma redução nas contratações e nos recursos.

A mensagem foi entregue durante uma reunião de videoconferência interna na quinta-feira, 30, para os 77,8 mil funcionários da companhia, de acordo com o The New York Times. A declaração também enfatizava que o desempenho dos colaboradores passará por avaliações mais intensas a partir de agora.

“Acho que alguns de vocês podem decidir que este não é o lugar para vocês, e para mim está tudo bem com esta auto-seleção”, teria dito o CEO. “De forma realística, provavelmente há um monte de pessoas na empresa que não deveria estar aqui.”

Ainda de acordo com o Times, a companhia pretende reduzir as contratações previstas para esse ano, de 10 mil, segundo a meta inicial, para cerca de 6 mil a 7 mil.

Recentemente, a Meta foi impactada por mudança nas configurações de privacidade do sistema operacional móvel da Apple, que limitou a quantidade de dados dos usuários que podem ser coletados pelo Facebook e Instagram.

Após a mudança, a empresa enfrentou duas quedas consecutivas no lucro trimestral, de forma inédita na década, e perdeu cerca de US$ 230 bilhões em valor de mercado, depois de divulgar resultados inconstantes em fevereiro.

(Com Dow Jones Newswires)

Com Estadão Conteúdo

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO