Mercado Livre tem alta de 123% no faturamento, a US$ 878 mi, no 2º tri

Mercado Livre tem alta de 123% no faturamento, a US$ 878 mi, no 2º tri
Mercado Livre abrirá cinco novos centros logísticos no Brasil

O Mercado Livre (Nasdaq: MELI) anunciou nesta segunda-feira (10) o faturamento de US$ 878,4 milhões no segundo trimestre deste ano, finalizado em 30 de junho. O resultado representa uma alta de 123% em moeda constante ante trimestre imediatamente anterior.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

De acordo com o Mercado Livre, o resultado é motivado pela crise causada pelo novo coronavírus (covid-19), que motivou mudanças no comportamento do consumidor em toda a América Latina.

“A pandemia motivou mudanças significativas no comportamento do consumidor, que se traduziram em um novo marco na penetração do comércio eletrônico e dos serviços financeiros digitais na América Latina”, afirmou, em nota, Stelleo Tolda, COO e vice-presidente executivo do Mercado Livre para a América Latina.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

Já o  lucro líquido foi de US$ 55,9 milhões, resultando em US$ 1,11 por ação. Não à toa, o Mercado Livre passou a ser a companhia mais valiosa de toda a América Latina, ultrapassando a Vale e a Petrobras. Além disso, a operação no Brasil representa cerca de 53% do total, a US$ 465,3 milhões, um crescimento de 87% ante o mesmo período do ano anterior.

Ainda segundo a companhia, as receitas de e-commerce aumentaram 79,5% em relação ao ano anterior, a US$ 581,7 milhões, enquanto as receitas do negócio fintech aumentaram 34,1% em relação ao ano anterior em US$ 296,7 milhões. Já o volume de vendas   na plataforma alcançou US$ 5 bilhões, alta de 101,5% ante o mesmo período do ano passado.

Mercado Livre registra bom desempenho financeiro

Outra fonte de receita importante para o Mercado Livre é a oferta de serviços financeiros. Segundo a companhia, o volume total de pagamento via Mercado Pago, o braço financeiro do grupo, foi de US$ 11 bilhões, alta de 142% em relação ao mesmo período de 2019.

Saiba mais: Mercado Livre: como e-commerce passou a valer mais do que bancos

O número total de transações também cresceu em relação a 2019, com alta de 122% -totalizando 404 milhões de transações. Segundo o Mercado Livre, a área de pagamentos online foi alavancada pelo avanço do consumo do comércio eletrônico, acelerando 163,9% em moeda constante.

Segundo o Mercado Livre, a fintech Mercado Pago ainda contou com o auxílio sobre a verba emergencial para aumentar as vendas. De acordo com a companhia, cerca de 6 milhões de pessoas transferiram seu auxílio para a conta Mercado Pago.

Vinicius Pereira

Compartilhe sua opinião