Mercado Livre (MELI34) toma empréstimo de US$ 375 mi com Citi para expandir mercado de crédito, diz jornal

Mercado Livre (MELI34) toma empréstimo de US$ 375 mi com Citi para expandir mercado de crédito, diz jornal
Mercado Livre também promete entregas no mesmo dia em pedidos feito até 11h em regiões metropolitanas - Foto: Divulgação Mercado Livre

Para continuar com seu projeto agressivo de expansão no mercado de crédito, o Mercado Livre (MELI34) tomou empréstimo de US$ 375 milhões com o Citi Bank. Esse valor ficará disponível para os vendedores da plataforma e para os consumidores. Além disso, o recurso poderá ser usado dentro e fora do marketplace. A informação foi divulgada pelo jornal Valor Econômico.

Segundo o jornal, o Mercado Livre ultrapassa pela primeira vez a barreira de US$ 1 bilhão na carteira de crédito. Os recursos serão destinados ao Brasil, com cerca de US$ 225 milhões, e no México com o restante do valor.

O dinheiro será liberado por meio do braço de serviços financeiros da empresa, o Mercado Pago. Em setembro, a Argentina tomou empréstimo de R$ 400 milhões com o Goldman Sachs.

Na época, o vice-presidente sênior do Mercado Crédito, Martín de los Santos, disse que o recurso ajudaria a democratizar o acesso aos serviços financeiros e ao crédito na América Latina: “Grande parte dos vendedores que atuam no Mercado Livre e no Mercado Pago é formada por micro e pequenas empresas que não possuem acesso ao sistema financeiro tradicional.”

“Com um clique e sem burocracia, os vendedores acessam o crédito de forma 100% digital e isso explica por que 80% deles voltam a tomar crédito conosco”, acrescentou o executivo.

O Mercado Pago possui atuação no Brasil, na Argentina e no México. O braço financeiro do Mercado Livre informou, em abril, que estava ampliando uma linha de crédito de R$ 600 milhões para prestar suporte às pequenas empresas em meio aos efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus.

Carteira de crédito do Mercado Livre alcança US$ 1,1 bilhão no 3T21

De acordo com o balanço do terceiro trimestre do Mercado Livre, a carteira de crédito apresentou um crescimento expressivo, passando de US$ 284 milhões, no mesmo período no ano anterior, para US$ 1,1 bilhão.

O número de consumidores com crédito pré-aprovado eram de 27 milhões no segundo trimestre e, agora, são 36 milhões. Os consumidores são os maiores tomadores com US$ 589 milhões da carteira total, salto de 401% na comparação de base anual. Já os créditos para os vendedores da plataforma do Mercado Livre somavam US$ 456 milhões.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião

Manual 10 passos essenciais para se tornar um investidor de sucesso. Baixe Grátis!

Baixar agora!