Lucro da Engie (EGIE3) sobe 30% no 3T21, a R$ 639 mi, em meio à crise hídrica

Lucro da Engie (EGIE3) sobe 30% no 3T21, a R$ 639 mi, em meio à crise hídrica
No seu balanço, Engie informou aprovação de R$ 638,6 milhões em dividendos - Foto: Reprodução

O lucro líquido da Engie (EGIE3) no terceiro trimestre de 2021 foi de R$ 639 milhões (ou R$ 0,7828 por ação), valor 30,4% acima do alcançado em igual período de 2020.

O resultado da Engie no terceiro trimestre de 2021 decorreu do aumento do Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), do acréscimo das despesas financeiras líquidas, da elevação de tributos e do reconhecimento de efeitos não recorrentes com impacto positivo. Excluindo-se o efeito não recorrente, o lucro da Engie aumentou 23,5% entre os trimestres em comparação.

O Ebitda ajustado aumentou R$ 265 milhões 18,5% de julho a setembro, atingindo R$ 1,698 bilhão, impulsionado pelos segmentos de geração e venda de energia e de transmissão de energia, além dos resultados de participação societária na TAG. Os efeitos foram compensados pelos segmentos de trading e de painéis solares.

No terceiro trimestre de 2021, a a receita operacional líquida cresceu 5,6% quando comparada ao mesmo período do ano passado e atingiu R$ 3,389 bilhões. O resultado da Engie foi impactado positivamente pela geração, venda e transmissão de energia e por trading, mas foi sofreu efeito negativo da vertical de painéis solares.

A produção de energia da Engie foi 1,8% inferior à registrada ano passado, ficando em 12.055 GWh (ou 5.460 MW médios) em razão da crise hídrica. Do total gerado, as usinas hidrelétricas foram responsáveis por 8.584 GWh (3.888 MW médios); as termelétricas, por 1.541 GWh (698 MW médios); e as complementares, por 1.930 GWh (874 MW médios).

“O Brasil está enfrentando uma crise hídrica em 2021, que impacta de forma direta a geração hidrelétrica. Em consequência, o despacho das usinas termelétricas de todo o Sistema Interligado Nacional está elevado para suprir a demanda de energia,” ressaltou a companhia.

No período, a participação de consumidores livres no portfólio da empresa alcançou 38,9% do total das vendas físicas e 38,2% do total da receita operacional líquida (com exceção de CCEE e outras receitas), reduções de 3,5 pontos percentuais e de 0,4 ponto percentual, respectivamente, em relação ao mesmo período do ano anterior.

Cotação de EGIE3 nesta quinta-feira (4)

A ação da Engie (EGIE3) fechou o pregão desta quinta-feira em queda de 0,33%, cotada a R$ 39,79.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO