Semana do ESG

KNRI11 aumenta dividendos em até 40%; entenda a evolução do FII

KNRI11 aumenta dividendos em até 40%; entenda a evolução do FII
KNRI11 - Fonte: Pixabay

O FII Kinea Renda Imobiliária (KNRI11) informou nesta terça-feira (2) que reduziu, mais uma vez, o nível de sua vacância. Além disso, o KNRI11 comentou sobre a valorização nos seus dividendos. Durante todo o ano de 2022, o fundo teve uma alta de 40% em sua distribuição, além da valorização das suas cotas na bolsa de valores.

Neste mês de agosto, os dividendos do KNRI11 serão de R$ 0,91 por cota, o equivalente a um dividend yield de 0,67%. No primeiro mês do ano, o fundo distribuiu rendimentos extraordinários no valor de R$ 0,88, em virtude do fechamento do último semestre de 2021. Depois disso, o FII pagou entre R$ 0,81 a R$ 0,84 por cota, até alcançar o novo valor neste mês de agosto.

Tudo indica que o mercado está bastante satisfeito com a evolução do KNRI11. Prova disso é a valorização de suas cotas nos últimos pregões. Nos últimos 30 dias, o fundo teve uma valorização de 6,37%.

Expectativas de crescimento do fundo

Na verdade, a melhora nos resultados do KNRI11 não começou em 2022, afirma Marcos Correa, especialista em FIIs da Suno. O fundo vem crescendo ao longo do tempo, especialmente depois do que todos os fundos de lajes corporativas passaram depois da pandemia, e desde então o KNRI11 vem melhorando seu portfólio.

Além da vacância do fundo que estava alta em 2021, o FII tinha imóveis em reforma ou construção que ficaram prontos este ano. Ou seja, os bons resultados começaram a aparecer, mas o trabalho estava sendo feito muito antes, destaca Correa.

Em termos de expectativa de maiores dividendos para o semestre, Correa ressalta que o fundo já melhorou bastante com os rendimentos anunciados para agosto.

Porém, existem alguns “gatilhos” que podem “turbinar” ainda mais as receitas do fundo, como algumas carências, descontos nos contratos, revisionais de aluguéis e certa vacância que, caso resolvida, pode melhorar ainda mais os resultados do KNRI11, afirma Correa.

Redução da vacância

De fato, uma das razões para a melhora do KNRI11 é a redução de sua vacância. No mês de agosto de 2021, a vacância física do fundo alcançou a máxima de 11,33%, enquanto a vacância financeira chegou a 13,38%. Um ano depois a situação do Kinea Renda Imobiliária é bastante diferente.

Com as locações mais recentes, a vacância física do KNRI11 foi para 1,74%, enquanto no mês anterior esse valor era de 1,84%. A vacância financeira saiu de 5,59% para 5,16%.

No mês de julho, o fundo imobiliário KNRI11 alugou a loja localizada no térreo do Edifício Bela Paulista para a Kalunga. A gestora explica que a empresa é a maior distribuidora de suprimentos para escritório, informática e material escolar.

O outro ativo que recebeu novo locatário é o Edifício Joaquim Floriano, locado para a Opy Health. A empresa em questão é a primeira plataforma integrada de ativos de infraestrutura e prestação de serviços não clínicos ao setor de saúde do Brasil.

Conheça o KNRI11

O Kinea Renda Imobiliária é um fundo imobiliário do tipo híbrido. Seu objetivo é gerar renda de aluguel mensal por meio da locação de um portfólio diversificado de prédios corporativos e galpões logísticos.

Por fim, portfólio do KNRI11 é robusto, composto por 21 propriedades, sendo 12 edifícios comerciais e 9 centros logísticos. Além disso, o fundo possui patrimônio líquido de R$ 3,86 bilhões e tem cerca de 237.249 cotistas.

 

Gustavo Bianch

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO