FII KNCR11 anuncia rendimentos para outubro; veja os valores por cota

O fundo imobiliário Kinea Rendimentos Imobiliários, negociado com o ticker KNCR11, fará uma distribuição de proventos de R$ 1,10 por cota aos seus investidores em outubro.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Segundo o FII, os valores serão pagos na próxima sexta-feira (13) e representam uma rentabilidade, isenta do imposto de renda para as pessoas físicas, de 1,08%, considerando a cota média de ingresso de R$ 102,28, que corresponde a 110% da taxa DI do período.

FII KNCR11 – Rendimento mês a mês

TipoMês de PagamentoValor
RendimentoOutubro/2023R$ 1,1000
RendimentoSetembro/2023R$ 1,2000
RendimentoAgosto/2023R$ 1,1500
RendimentoJulho/2023R$ 1,1500
RendimentoJunho/2023R$ 1,2400
RendimentoMaio/2023R$ 1,0000
RendimentoAbril/2023R$ 1,2200
RendimentoMarço/2023R$ 1,0000
RendimentoFevereiro/2023R$ 1,2000
RendimentoJaneiro/2023R$ 1,2000
RendimentoDezembro/2022R$ 1,1000
RendimentoNovembro/2022R$ 1,1000
RendimentoOutubro/2022R$ 1,2000
RendimentoSetembro/2022R$ 1,3000

Segundo o fundo, os dividendos do mês se beneficiaram do alto patamar de alocação do fundo em CRI, sendo que a queda em relação ao mês de agosto foi impactada pelo menos número de dias úteis no presente mês.

“Além disso, as reuniões do Copom em 19 e 20 de setembro deliberaram por um novo corte de 0.50% a.a. na Selic. Atualmente, as expectativas do mercado indicam que a Selic deve se manter em um patamar próximo de dois dígitos ao final do ciclo de queda da taxa básica, o que deve permitir ao fundo manter uma rentabilidade nominal atrativa ao longo do período”, acrescenta o KNCR11.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

KNCR11: total de investimentos chegou a R$ 149,0 milhões em setembro

Ao fim de setembro, o Kinea Rendimentos Imobiliários apresentava alocação, em relação ao seu patrimônio, de 105,1% em ativos alvo e 2,2% em instrumentos de caixa. “A parcela investida em CRI em CDI corresponde a 104,5% do patrimônio, com uma remuneração média (MTM) de CDI + 2,40% a.a. e com um prazo médio de 5,4 anos”, afirma.

O KNCR11 comentou que, no mês de setembro, realizou novos investimentos no valor de R$ 108,9 milhões no CRI Brookfield CD Sakamoto, baseada na alavancagem de dois galpões logísticos desenvolvidos pela Brookfield.

“Os ativos foram recém entregues e contam com especificações técnicas de primeira linha, além de estarem localizados próxima a Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos – SP”, pontua.

Outros R$ 40,1 milhões foram destinados ao CRI MRV Pro-Soluto 224. “O CRI conta com um excedente de cobertura de recebíveis e com uma estrutura robusta de proteção para suportar inadimplências na carteira, incluindo fundo de reserva com obrigação de recomposição deste pela MRV”, comenta.

Negociação e liquidez do Kinea Rendimentos Imobiliários

No mês de setembro, foi transacionado um volume de R$ 278,60 milhões, correspondendo a uma média de aproximadamente R$ 13,93 milhões por dia.

portfólio do KNCR11 é dedicado ao investimento em ativos de renda fixa de natureza imobiliária predominantemente pós-fixados e com baixo risco de crédito, especialmente em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI).

Atualmente, segundo o último dado de setembro, o KNCR11 conta com 288.283 cotistas.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião