Klabin (KLBN11) começa operação da primeira fase do projeto Puma II

Klabin (KLBN11) começa operação da primeira fase do projeto Puma II
Segundo a XP, Klabin demonstra resultados sólidos, o que mantém recomendação de compra por parte da corretora - Foto: Reprodução/Klabin

A Klabin (KLBN11) deu início às operações da primeira etapa do projeto Puma II, na unidade industrial em Ortigueira (PR).

De acordo com fato relevante da Klabin, essa primeira etapa contemplou a construção de uma linha de fibras principal. Com essa linha será feita a produção de celulose não branqueada integrada a uma máquina de papel kraftliner e kraftliner branco (white top liner).

A capacidade de produção dessa primeira etapa do projeto Puma II é de 450 mil toneladas anuais, de acordo com a fabricante de papel e celulose.

Tal produção, conforme a Klabin, será comercializada sob a marca Eukaliner, primeiro papel kraftliner do mundo produzido a partir de 100% de fibras de eucalipto.

Klabin recebe recomendação “outperform” do Itaú BBA

Em relatório de recomendação da Klabin, o Itaú BBA destacou a confirmação de entrega da primeira etapa do Projeto Puma II para agosto como positivo.

“Pela primeira vez, a Klabin divulgou que 100% da produção da primeira máquina de Eukaliner já está vendida (70% por meio de contratos). Em nossa opinião, as vendas contratuais reduzem o risco de exposição para o mercado”, diz o relatório.

O banco de investimentos ainda acrescenta “o momento é positivo para o kraftliner ajudar na fase de desalavancagem da empresa”.

Com isso, a recomendação do Itaú BBA é outperform (forte desempenho) para a fabricante, sob um preço-alvo para as ações KLBN11 de R$ 37,00.

Última cotação

Ao fim das operações de sexta-feira (27), a cotação da Klabin fechou em alta de 0,72%, com as units KLBN11 valendo R$ 26,72.

Já as ações KLBN3 subiram 1,88%, para R$ 6,50, e as preferenciais KLBN4 valorizaram 0,40%, para 5,03.

Nos últimos 12 meses, a Klabin viu suas units se valorizarem 3,97%, com uma máxima em R$ 31,54 e mínima em R$ 22,65.

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO