Jeff Bezos de volta ao espaço: Após meses de investigações, Blue Origin deve retomar lançamentos antes do Natal

Após seis meses sob investigações de acidente, a empresa de Jeff Bezos, Blue Origin, pretende voltar aos lançamentos espaciais ainda antes das festas de fim de ano.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Desde um acidente causado em 2022, a companhia de foguetes de Bezos esteve com as operações de lançamento paralisadas. Segundo a apuração da Bloomberg News, via um e-mail interno, a empresa quer retornar às atividades nesta semana do dia 18 de dezembro, com uma janela até o dia 21 de dezembro.

Após a publicação da Bloomberg, a startup Blue Origin confirmou os planos em redes sociais.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Lançamentos da Blue Origin de Jeff Bezos estão parados desde 2022

Em setembro de 2022, um problema com o motor principal do foguete suborbital, totalmente reutilizável, New Shepard interrompeu os lançamentos da companhia do fundador da Amazon (AMZO34), Jeff Bezos.

Na ocasião, a missão NS-24 estava em andamento quando o acionamento do sistema de segurança para ejeção da cápsula do propulsor entrou em atividade cerca de mais de um minuto de voo. Sem tripulação a bordo, o veículo conseguiu pousar em segurança com a carga que deveria ser transportada ao espaço.

Segundo investigações da Blue Origin, o motor BE-3PM sofreu uma falha estrutural em sua tubeira (onde os gases são expelidos do motor), causados por danos térmicos em meio a temperaturas acima das projeções.

Apesar da conclusão da companhia, a “Anac dos Estados Unidos”, a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) também entrou na investigação e levou ainda seis meses para a liberação de retomada dos lançamentos espaciais.

De acordo com a análise da FAA, era preciso ainda completar 21 ações corretivas para que os foguetes da Blue Origin voltassem aos ares. Segundo o órgão regulador informou em e-mail à Bloomberg, a companhia ainda não recebeu licença de lançamento.

Desde junho, o então presidente-executivo da companhia, Bob Smith afirma que a empresa estava pronta para o retorno da atividades nas semanas seguintes. Contudo, as investigações apenas foram concluídas em setembro.

Caso ocorra dentro do previsto, o retorno do turismo espacial proposto pela Blue Origin permitiria um grande impulso para a empresa, que se tornou um exemplo de startup espacial de crescimento acelerado.

Este é o 10º voo do foguete New Shepard que o propulsor está projetado para um pouso vertical, após um lançamento bem-sucedido no espaço. de acordo com o anúncio feito pela companhia do bilionário Jeff Bezos, em 18 de dezembro o foguete não terá tripulação. Sua carga será de 33 experimentos científicos e 38 mil cartões postais de uma ONG voltada para educação.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Camila Paim

Compartilhe sua opinião