JBS (JBSS3) salta após anúncio de listagem na NYSE. Por que a notícia animou investidores?

As ações da JBS (JBSS3) disparam na bolsa brasileira na tarde desta quarta-feira (12) após o anúncio da gigante global de alimentos de realizar uma listagem dupla nas bolsas de São Paulo e de Nova York.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

No fechamento, o papel da JBS teve alta de 9,05%, a R$ 18,73.

O objetivo da companhia é abrir o capital da JBS na principal bolsa dos Estados Unidos por meio de uma listagem dupla via conversão simples de ações simples, sem emitir novas ações.

Para a XP Investimentos, a listagem é vista como positiva e com alta probabilidade de aprovação, uma vez que agora há diferenças significativas em comparação com as tentativas anteriores.

“Ao contrário das tentativas anteriores de listagem nos EUA, a JBS não emitirá novas ações e não está propondo mudanças relevantes na estrutura corporativa. Além disso, um obstáculo nas tentativas anteriores foi o direito de veto utilizado pelo BNDES, não possuído mais pelo veículo de investimento”, diz o texto assinado por Leonardo Alencar, Head de Agro, e Pedro Fonseca, analista de Agro, Alimentos e Bebidas da XP.

O BNDES, no entanto, é dono de cerca de 20% da companhia.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

A proposta atual implica em conversão simples de ações, concedendo aos acionistas minoritários direitos iguais aos controladores na conversão de ações da JBS, enquanto os investidores terão um prazo de 3 anos para escolher entre as classes.

Além disso, a empresa está propondo um dividendo de R$ 1 por ação, o que dá um rendimento de aproximadamente 6%, como incentivo para os atuais acionistas votarem com foco no longo prazo, já que um eventual desembolso com impostos devido a um potencial o ganho de capital na conversão poderia afetar as decisões dos acionistas.

Na opinião dos analistas, “embora exista a possibilidade de o acionista controlador aumentar seu poder de controle após a operação, visto que isso dependerá das escolhas das classes pelos minoritários, acreditamos que isso não será um problema na aprovação da proposta.”

Explicam os analistas: “Isso porque a proposta garante aos minoritários direitos iguais aos controladores na conversão das ações, ou seja, se os minoritários optarem por converter na proporção de 55% das ações, o poder de voto permanecerá o mesmo.”

Para a XP, os principais objetivos são destravar seu valuation, já que a JBS negocia abaixo dos múltiplos de seus pares, e encurtar o caminho para uma eventual emissão de ações nos EUA.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Allan Ravagnani

Compartilhe sua opinião