IRB (IRBR3) abre em queda de 23% após nota da Berkshire Hathaway

As ações da IRB Brasil (IRBR3) abriram em queda na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) nesta quarta-feira (4). Por volta das 10h45, os papéis ordinários da empresa apresentavam uma desvalorização de 23,43%, sendo cotados a R$ 21,44.

Os papéis da IRB operam em queda após a Berkshire Hathaway, fundo do megainvestidor Warren Buffett, divulgar um comunicado na noite da última terça-feira (3) esclarecendo alguns rumores acerca de sua participação na resseguradora brasileira. A informação foi divulgada na semana passada pelo jornal “O Estado de S.Paulo”.

“Surgiram relatos recentes na imprensa brasileira que a Berkshire Hathaway Inc. teria se tornado acionista da IRB Brasil. Esses relatos são incorretos. A Berkshire Hathaway não é atualmente um acionista da IRB, nunca foi acionista da IRB e não tem intenção de se tornar acionista da IRB”, salientou a empresa de Buffett. A nota é assinada pelo vice-presidente financeiro da Berkshire, Marc D. Hamburg.

Segundo “O Estado de S.Paulo”, entre os dias 6 e 18 de fevereiro a Berkshire Hathaway teria triplicado sua posição na IRB. A participação da norte-americana, segundo o jornal, estaria próxima de US$ 200 milhões (cerca de R$ 900 milhões). A nota divulgada pela Berkshire negou essas informações.

IRB confirmou a participação da Berkshire Hathaway

A IRB tinha chegado a confirmar em uma teleconferência realizada antes da abertura do mercado na última segunda-feira (2), a compra de ações por parte da Berkshire Hathaway.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

O presidente do IRB, José Carlos Cardoso, e o diretor financeiro, Fernando Passos, ressaltaram como a Berkshire era já cliente e retrocessionária da resseguradora brasileira. A empresa estadunidense teria aumentado sua posição acionária recentemente.

Além disso, os dois salientaram como a advogada Márcia Cicarelli, representante da Berkshire Hathaway no Brasil, tinha sido indicada no Conselho Fiscal da resseguradora brasileira. Todas essas informações tinham sido divulgadas em exclusividade pelo “O Estado de S.Paulo”.

Confira: Coronavírus não muda visão de longo prazo, diz Warren Buffett

Cicarelli atua há mais de 25 anos na área de seguros e resseguros. Ela é sócia do Demarest Advogados, sendo responsável por casos de extrema complexidade. Ela é procuradora do ressegurador eventual Berkshire Hathaway International Insurance Limited no País.

As ações da IRB, somente no pregão da última terça-feira (3), caíram 7,74%. Nos últimos 30 dias, os papéis acumulam uma queda de 31,32%.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião