IPCA: previsão para a inflação cai pela segunda semana seguida; veja projeções do Boletim Focus desta semana

mercado financeiro diminuiu pela segunda semana seguida a previsão para a inflação oficial, o IPCA, ao final deste ano, após a última reunião do ano do Comitê de Política Monetária (Copom).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

Segundo Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (18) pelo Banco Central (BC), o mercado espera que o IPCA, principal indicador de inflação, termine 2023 em 4,49%, abaixo da projeção da semana passada (4,51%) e das últimas quatro semanas (4,55%).

O anúncio sucede a última decisão de juros do Comitê de Política Monetária (Copom), anunciada na semana passada, de reduzir a taxa Selic em 0,5 p.p, que chegou a 11,75%.

Na terça-feira (19), o destaque fica para a Ata do Copom, que vai reforçar os pontos apresentados no comunicado que acompanhou a última decisão de juros do Banco Central, além de perspectivas sobre o cenário que a autoridade monetária considera para os próximos passos da economia.

Ainda no Boletim Focus desta semana, o mercado financeiro manteve as suas estimativas do PIB neste ano para 2,92%.

No caso do dólar, o mercado financeiro reduziu a previsão para 2023 pela terceira semana seguida em R$ 4,93. Para o ano que vem, a expectativa se manteve em R$ 5,00, a mesma da semana anterior.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Resumo do Boletim Focus

Veja, em detalhes, as projeções mais importantes para 2023 e 2024:

2023

  • IPCA: a projeção caiu para 4,49%
  • PIB: a projeção se manteve em 2,92%
  • Dólar: a previsão do câmbio caiu para R$ 4,93
  • Balança Comercial: a expectativa para o superávit subiu para US$ 79,80 bilhões
  • Investimento Estrangeiro Direto: a previsão caiu para US$ 60,31 bilhões
  • Dívida do Setor Público: a previsão se manteve em 61,00% do PIB

2024

  • IPCA: a projeção se manteve em 3,93%
  • PIB: a projeção se manteve em 1,51%
  • Dólar: a previsão do câmbio se manteve em R$ 5,00
  • Taxa Selic: a previsão se manteve em 9,25%
  • Balança Comercial: a expectativa para o superávit subiu para US$ 69,00 bilhões
  • Investimento Estrangeiro Direto: a previsão se manteve em US$ 70 bilhões
  • Dívida do Setor Público: a previsão subiu para 64,20% do PIB

A seguir, é possível comparar as últimas projeções do Boletim Focus desde o mês de agosto:

O Boletim Focus é elaborado semanalmente pelo Banco Central. São utilizadas as projeções dos especialistas das 100 principais instituições ligadas ao mercado financeiro do Brasil para juros, IPCA, câmbio, taxa Selic e outros indicadores.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião