Intelbras protocola pedido de IPO que pode movimentar até R$ 1,87 bi

A desenvolvedora de tecnologia Intelbras protocolou na última terça-feira (12) na Comissão de Valores Imobiliários (CVM) o prospecto preliminar e o aviso ao mercado de sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A estimativa é que a faixa indicativa de preço por ação ficará entre R$ 15,25 e R$ 19,25, informou a empresa.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-2-1.png

De acordo com a Intelbras, caso todas as ações da oferta base sejam vendidas, mais os lotes adicional e suplementar, a operação pode movimentar até R$ 1,87 bilhão, caso a ação saia no teto da faixa indicativa.

Além disso, a oferta consistirá na distribuição pública, inicialmente, de 46 milhões de ações de oferta primária e 26 milhões de ações de oferta secundária.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Caso haja demanda, os acionistas responsáveis pela oferta secundária poderão lançar mais 25,2 milhões de ações. Desta forma, a companhia pode captar até R$ 885,5 milhões com a emissão primária, e os vendedores podem ficar com até R$ 985,6 milhões.

A Intelbras informou ainda que pretende utilizar os recursos oriundos da oferta primária para:

  • Crescimento inorgânico;
  • Expansão de sua capacidade produtiva;
  • Investimento em CAPEX (expansão do serviço de locação de produtos (hardware as a service));
  • Expansão de canais internos verticais e de varejo (expansão de times e investimentos em tecnologia da informação).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

A oferta de ações da Intelbras está sendo coordenada pelos bancos BTG Pactual (coordenador líder), Citi, Itaú BBA e Santander Brasil.

A Intelbras e seus resultados

A companhia afirma estar presente em 98% dos municípios com potencial de consumo eletrônico no Brasil, além de que exporta seus produtos para diversos países.

A empresa foi criada e 1976 em Santa Catarina, “quando iniciamos nossas atividades com a fabricação de centrais e aparelhos eletrônicos”

Atualmente a Intelbras fornece produtos e soluções em segurança eletrônica, controles de acesso, redes, comunicação, energia e energia solar,

No canal de rede de distribuição, a companhia afirma que conta com cerca de 370 distribuidores, que compram seus produtos e revendem para cerca de 80.000 revendedores credenciados.

Em relação aos seus resultados no acumulado do ano passado até o final de setembro, a companhia anotou lucro líquido de R$ 121,2 milhões, uma alta de 2,6% em comparação com o mesmo período de 2019.

O Ebitda da companhia entre janeiro e setembro de 2020 ficou em R$ 250,8 milhões, com alta de 78,4% na mesma comparação. Já a receita operacional líquida da Intelbras, no mesmo período, ficou em R$ 1,46 bilhão.

Com informações do Estadão Conteúdo

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião