FII da Suno Asset fecha na máxima após entrar em índice global; IFIX cai 0,09%

FII SNEL11 registrou valorização de 1,57% no pregão, enquanto o índice de FIIs terminou o dia com segundo pior resultado do ano.

O FII Suno Energias Limpas (SNEL11), da Suno Asset, fechou em sua cotação máxima do dia nesta segunda-feira (24), cotado a R$ 136,16, valorização de 1,57% em relação ao fechamento de sexta-feira (21), a R$ 134,05, num dia marcado por mais oscilações do IFIX, que fechou com seu segundo pior resultado do ano, em 3.296,23 pontos, queda de 0,09% em relação à véspera.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/1420x240-Banner-Home.png

Com esse resultado, o índice de fundos imobiliários ampliou para 2,55% sua queda acumulada desde o início do mês de junho, e no ano registra perda de 0,46%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

IFIX: veja altas e baixas do dia

Entre as principais altas entre os fundos imobiliários no pregão aparecem:

FundoVariaçãoFechamento
JSAF11+4,39%R$ 96,56
HGFF11+2,72%R$ 84,50
BTAL11+2,47%R$ 73,85
RBRF11+1,92%R$ 7,44
SNEL11+1,57%R$ 136,16

Na outra ponta, entre as principais baixas, ficaram:

FundoVariaçãoFechamento
BTRA11-4,20%R$ 53,56
BROF11-2,41%R$ 51,85
HGBS11-1,90%R$ 207,72
PLCR11-1,76%R$ 83,34
JSRE11-1,72%R$ 64,60

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2022/06/Banner-Noticias-1000x325-1.jpg

Em volume de cotas vendidas ao longo do pregão, os mais negociados foram

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/07/Ebook-Fundos-Imobiliarios-Desktop.jpg

FII SNEL11 fecha na máxima e vai desdobrar cotas

Na última sexta-feira, o FII SNEL11 foi incluído entre as microcaps do índice internacional FTSE Global Equity Index Series, atualizado a cada três meses pela FTSE, gestora de índices que faz parte do grupo econômico LSEG, proprietário da Bolsa de Londres, entre outras empresas do mercado financeiro global.

O FTSE Global Equity Index Series, no qual o SNEL11 foi incluído,  é apresentado pela empresa como um índice que acompanha ações globais com potencial de investimento que apresentam versatilidade para se adaptar a várias visões de negócios. São empresas de diversos portes escolhidas entre 49 mercados diferentes, tanto desenvolvidos quanto emergentes, como o Brasil. 

O fundo imobiliário SNEL11 atua no investimento em energias limpas, como diz seu nome, e detém atualmente a propriedade de oito usinas fotovoltaicas (UFVs), além de ter parte do patrimônio, de R$ 137.211.712,15,  alocado em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) emitidos para financiar a construção de outros ativos do setor, que vêm garantindo a receita atual do fundo. 

Nesta quinta-feira (27), o FII vai realizar um seu desdobramento de cotas, na proporção 1:15. Ao fim do pregão, os investidores receberão 14 novas cotas, que serão creditadas até 2 de julho, e o valor patrimonial por cota (VPC) será dividido por 15, ou seja, dos atuais R$ 108,91, cairá para R$ 7,26, enquanto os dividendos do SNEL11 passarão a ter um patamar aproximado de R$ 0,10 por cota.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Minicurso-FIIS.png

Fernando Cesarotti

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno