IFIX sobe 0,62% e interrompe sequência de baixas; DEVA11 anuncia resultado de R$ 12,64 milhões

O IFIX, principal índice de fundos imobiliários da Bolsa de Valores brasileira (B3), terminou o pregão desta terça-feira (20) em alta de 0,62%, aos 2.779,54 pontos, depois de oscilar entre 2.781,24 e 2.762,29 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

A cotação do IFIX registrou o primeiro fechamento positivo, após seis baixas diárias consecutivas.

O ano de 2023 promete começar turbulento para quem investe em ativos de renda variável, segundo o gestor da TRX, Gabriel Barbosa.

O ano de 2022 drenou o apetite a risco dos investidores em consequência de eventos que geraram incertezas, como a Guerra na Ucrânia, os juros mais altos em países desenvolvidos e eleições presidenciais turbulentas no Brasil. 

“Para 2023, incertezas sobre a agenda da equipe econômica do governo eleito — especialmente o tamanho dos gastos que ficarão fora do teto — devem manter o humor desconfiado do mercado em relação aos ativos em bolsa”, diz Barbosa.

Assim, outras classes de ativo passam a ganhar protagonismo, como os títulos de renda fixa. Na renda variável, os fundos imobiliários também ganharam destaque, e que no ano de 2022 mostraram resiliência frente às adversidades do cenário econômico.  

A maior alta do IFIX hoje foi do FII SDIL11, com valorização de 3,53%, seguido por RBRY11, com avanço de 3,30%. Outros destaques de alta foram MALL11, MORE11 e KSNC11.

Na ponta negativa, o principal destaque foi o RZAK11, com uma queda de 3,41%. O VIUR11 ficou na segunda posição entre as baixas, com -1,38%. Outros fundos que se destacaram no campo negativo foram BPFF11, RBRR11 e MCCI11.

Maiores altas do IFIX

As 5 maiores altas do IFIX foram:

  • SDIL11: +3,53%
  • RBRY11: +3,30%
  • MALL11: +3,18%
  • MORE11: +2,64%
  • KNSC11: +2,25%

Maiores baixas do IFIX

As 5 maiores quedas dos FIIs hoje foram:

  • RZAK11: -3,41%
  • VIUR11: -1,38%
  • BPFF11: -1,33%
  • RBRR11: -1,18%
  • MCCI11: -0,97%

Doze fundos imobiliários do IFIX alcançam menor cotação de sua história

Doze fundos imobiliários do IFIX alcançavam a menor cotação de sua história na sexta-feira (16), segundo levantamento do Clube FII. Entre eles estão:

  • CPTS11
  • RBRF11
  • IRDM11
  • RBRP11
  • RECT11
  • ARCT11
  • MORE11
  • NCHB11
  • HSAF11
  • BLMG11
  • BLMR11
  • MCHF11

O principal destaque foi para o fundo imobiliário CPTS11, fundado em 2015. Apesar de ser um fundo com uma longa trajetória no mercado, alcançou a cotação de 77,80 até a última sexta-feira (16).

DEVA11 tem resultado de R$ 12,64 milhões em novembro, com impactos da deflação

O fundo imobiliário DEVA11 divulgou seu relatório gerencial do mês de novembro, reportando um resultado de R$ 12,64 milhões.

Esse resultado foi totalmente distribuído na forma de dividendos aos seus cotistas. As receitas totalizaram R$ 13,59 milhões, enquanto as despesas foram de R$ 953 mil.

Os dividendos do DEVA11 resultaram em um dividend yield de 1,07%, remuneração equivalente a 104,7% do CDI. Considerando o gross up do imposto de renda, o rendimento corresponde a 123,3% do CDI.

Segundo a gestão, o resultado sofreu parcialmente o impacto negativo da deflação.

Para calcular os rendimentos do DEVA11 do mês de novembro, foram utilizados o IPCA de setembro, de -0,29%, que é considerado como zero na conta devido à proteção contra deflação dos CRIs, e o IPCA de outubro, que foi de 0,59%.

“Os rendimentos de dezembro que serão distribuídos em janeiro, serão calculados com base no IPCA de outubro +0,59% e novembro +0,41%, encerrando os efeitos da deflação nos rendimentos”, diz a gestora.

Fundos imobiliários que pagaram dividendos hoje

Entre os fundos imobiliários do IFIX, apenas o MORE11 distribuiu dividendos hoje aos seus cotistas, no valor de R$ 0,60 por cota.

Os dividendos do MORE11 foram recebidos pelos investidores posicionados até o final da sessão de 13 de dezembro de 2022.

Os dividendos de FIIs, assim como do fundo imobiliário MORE11, são isentos de imposto de renda, o que se torna um grande atrativo aos seus investidores.

Os proventos do MORE11 representam um retorno mensal de 0,89%, correspondente ao dividend yield (DY) do mês.

Além dos fundos imobiliários do IFIX, veja a seguir a lista dos outros FIIs que pagaram dividendos hoje, mas que não compõem o índice.

TickerDividendo por cotaDividend Yield (DY)
APTO11R$ 0,101,12%
AURB11R$ 0,610,00%
BRLA11R$ 1,0930,75%
GCFF11R$ 0,721,00%
GCRI11R$ 1,101,17%
HCRI11R$ 2,431,11%
MGCR11R$ 0,901,08%
NAVT11R$ 0,851,15%
PQDP11R$ 16,640,77%

Cotação do IFIX nesta segunda (19)

O IFIX terminou o pregão desta segunda-feira (19) em baixa de 0,65%, aos 2.762,37 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno