Iguatemi (IGTI11) e PetroRio (PRIO3) encabeçam altas do Ibovespa

Iguatemi (IGTI11) e PetroRio (PRIO3) encabeçam altas do Ibovespa
Br Malls (BRML3). Foto; Divulgação

O Ibovespa encerrou a segunda semana do ano recuperando as quedas do início de 2022. O principal índice de ações brasileiro teve uma alta de 4% no período, fechando o último pregão aos 106 mil pontos, com forte influência das commodities.

A principal alta do Ibovespa na semana foi a PetroRio, que teve influência das mudanças no cenário do preço do petróleo e do otimismo para o setor.

Além disso, no Top 5 do índice, figuram outras três companhias vinculadas ao petróleo ou ao minério de ferro – grandes drivers da bolsa no ano de 2021

Confira o salto dos ativos que lideraram as maiores altas do Ibovespa na última semana

Iguatemi lidera altas do Ibovespa

O setor de shoppings como um todo foi impulsionado durante os últimos pregões por conta das possíveis negociações entre BR Malls e Aliansce Sonae (ALSO3), o Iguatemi também foi favorecido.

As Units do Iguatemi sobem 18,25% na semana, sendo precificadas a R$ 17,95.

PRIO3 sobe com petróleo

Já no meio da semana os preços do petróleo atingiram máximas de dois meses à oferta apertada, com queda nos estoques dos EUA, o maior consumidor da commodity no mundo.

Os estoques de petróleo dos EUA recuaram 4,6 milhões de barris na semana passada, para 413,3 milhões de barris, a mínima desde outubro de 2018, segundo dados da Administração de Informação de Energia (AIE).

A PRIO3 sobe 10,79% no mês.

brMalls ganha fôlego com negociação

O principal driver para o papel foi o fato de que a brMalls recebeu uma proposta de fusão com a Aliansce Sonae (ALSO3). Apesar disso, a administradora de shopping diz que a decisão foi unânime pela negativa.

A ‘fusão de iguais”, como denominou a Aliansce em documento, propunha o pagamento dividido entre dinheiro e ações. Seriam R$ 1,35 bilhão em dinheiro – montante correspondente a 20% do atual valor de mercado da empresa, segundo a Aliansce. Com isso, os acionistas da BR Malls receberiam cerca de R$ 1,6184 por ação BRML3, nos termos do acordo.

Em seu fato relevante, a BR Malls afirma que “a referida proposta não atribui pagamento de prêmio em relação ao preço de fechamento da ação em 13 de janeiro de 2022”.

Petrobras acompanha petroleiras

Assim como a concorrente que subiu 15%, a estatal ganha fôlego com a melhora no cenário de commodities, que gerou ganhos no Ibovespa ao longo de 2021.

O barril do brent – que é referência para a Petrobras – fechou em alta de 1,9%, a US$ 86,06.

Usiminas é a 5ª maior alta da bolsa

O driver para a alta da siderúrgica nos últimos pregões do Ibovespa foi a negociação do setor doméstico de aços planos para um aumento de 60% e 70% no preço com as montadoras para os contratos de janeiro, que respondem por entre 20% e 30% dos volumes da Usiminas para o setor.

Na avaliação dos analistas do Bradesco BBI, o impacto financeiro pode ser muito grande.

“Esse possível resultado da negociação de janeiro também seria um bom presságio para os contratos de abril – para que os preços fossem equalizados, estimamos que os aumentos de abril teriam que ser de +30 a 40% (contra os +20% que atualmente incorporamos em nosso modelo)”, apontam sobre a Usiminas, que sobe 12% no Ibovespa.

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO