AGENDA

Ibovespa: Magazine Luiza (MGLU3) e Lojas Americanas (LAME4) têm maiores quedas

Ibovespa: Magazine Luiza (MGLU3) e Lojas Americanas (LAME4) têm maiores quedas
Magazine Luiza. Foto: Divulgação

As ações do Magazine Luiza (MGLU3) e das Lojas Americanas (LAME4) ficaram entre as maiores baixas do Ibovespa nesta semana. Além delas, a Via (VIIA3), Usiminas (USIM5) e a Yduqs (YDUQ3) também foram ladeira abaixo na semana encerrada ontem.

Por sua vez, o Ibovespa acumulou uma queda de 2,26% nesta semana.

Confira o tamanho do tombo dos ativos que lideraram as maiores baixas do Ibovespa entre segunda (6) e sexta (10):

  • Magazine Luiza (MGLU3) caiu 9,10%
  • Lojas Americanas (LAME4) caiu 6,31%
  • Via (VIIA3) caiu 6,24%
  • Usiminas (USIM5) caiu 5,96%
  • Yduqs (YDUQ3) caiu 5,79

1. Ação do Magalu lidera baixas do Ibovespa

A ação do Magazine Luiza (MGLU3) iniciou a semana valendo R$ 18,90, mas ao final da última sexta-feira estava cotada a R$ 17,18. A variação equivale a uma queda de 9,10%.

A companhia não foi alvo de notícias negativas durante a semana e a queda do Magazine Luiza acontece na mesma semana em que a o IBGE divulgou a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) mostrando que o volume de vendas do varejo no País cresceu 1,2% em julho, na comparação com junho.

Além disso, na última quinta-feira, o banco de investimentos Itaú BBA, retomou a cobertura do Magalu com avaliação outperform.

Contudo, os ruídos políticos e a preocupação com a inflação podem ter pressionado os papéis da varejista.

2. Lojas Americanas (LAME4)

A ação da Lojas Americanas (LAME4) foi a segunda que mais caiu no acumulado da semana.

O papel caiu 6,31% após começar a semana valendo R$ 6,02, e terminar o último pregão cotada a R$ 5,64.

Assim como os papéis do Magazine Luiza, as ações da Lojas Americanas podem ter sido puxadas pela cautela com a inflação.

3. Via (VIIA3)

Após acumular uma queda de 6,24% na semana, a ação da Via (VIIA3) ficou entre as maiores baixas do Ibovespa. A queda aconteceu após a cotação da companhia passar de R$ 9,62 no começo da semana, para R$ 9,02 ao final do pregão de ontem.

Assim como as outras varejistas, a Via sofreu por causa da cautela diante da ofensiva de Jair Bolsonaro nas manifestações de 7 de setembro, e a abertura da curva de juros.

4. Usiminas (USIM5)

A ação da Usiminas (USIM5) também se destacou negativamente no Ibovespa durante a semana, após acumular uma queda de 5,96% entre os dias 6 e 11 de setembro.

O papel da Usiminas começou a semana cotado a R$ 16,28, mas terminou a última semana valendo R$ 15,31.

A Usiminas pode ter sido puxada pelos dados da indústria automotiva que sofre com a falta de chips.

5. Yduqs (YDUQ3)

A quinta ação que mais caiu no Ibovespa essa semana foi a da Yduqs (YDUQ3) que acumulou uma queda de 5,79%.

A companhia não foi alvo de notícias negativas durante a semana, mas os ruídos políticos e fiscais pressionaram o papéis do setor.

Última cotação do Ibovespa

O Ibovespa  encerrou as negociações na última sexta com uma queda de 0,93%, chegando aos 114.285,93 pontos.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Manual 10 passos essenciais para se tornar um investidor de sucesso. Baixe Grátis!

Baixar agora!