Ibovespa futuro e índices de NY operam em queda nesta quarta

O Ibovespa futuro abriu em leve queda de 0,61% nesta quarta-feira (25), após o índice apresentar uma forte alta na última terça-feira (24). O mercado está de olho nas medidas de estímulo econômico dos países mais afetados pelo novo coronavírus (Covid-19).

O Senado dos Estados Unidos chegou a um acordo para um plano federal de estímulos à economia na ordem de US$ 2 trilhões (R$ 10,2 trilhões). O plano de sustentação do sistema de saúde, além de empresas e trabalhadores, será implementado em razão dos impactos econômicos causados pelo vírus.

Embora os congressistas norte-americanos tenham encontrado um acordo, os índices futuros de NY operam em queda. Por volta das 9h10, o S&P 500 apresentava uma leve baixa de 0,85%, a 2.414,62 pontos. A Nasdaq opera em queda de 0,90%, a 7.489,25 pontos.

O S&P 500 VIX, conhecido como “índice do medo” da bolsa norte-americana, indicador que mede a volatilidade dos ativos, operava em alta de 4,66%, a 50,52 pontos. Nas últimas semanas, o indicador chegou a suas máximas históricas.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/02/Desktop.png

A bolsas europeias operam no azul após a abertura do mercado nesta quarta-feira. O DAX, a bolsa da Alemanha, maior economia da zona do euro, caía 0,90%. O Euro Stoxx 50, maior índice acionário da Europa, apresentava uma alta 0,87%, a 2.666 pontos.

O FTSE 100, índice acionário britânico, apresenta uma forte alta de 2,53%, a 5.464,50 pontos. O FTSE MIB da Itália, país mais atingido pelo coronavírus no território europeu, apresenta uma valorização de 0,50%.

Bolsa em queda livre!? Aproveita as maiores oportunidades da bolsa brasileira com nosso acesso Suno Premium

De forma contrária aos mercados norte-americanos, as bolsas asiáticas fecharam em forte alta. A bolsa de Tóquio, Nikkei 225, encerrou em alta de 8,04%, para 19.546,63 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC cresceu 2,17%, para 2.781,59 pontos.  O Hang Seng, bolsa de Hong Kong, encerrou em alta de 3,81%. A Kospi, bolsa de Seul, subiu 5,89%, a 1.704,76 pontos.

Enquanto isso, o MSCI Brazil (EWZ), ETF que replica o Ibovespa em Nova York, por volta das 9h25, operava em queda de 2,91%, a 22,65 pontos.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião