Semana do ESG

Ibovespa: Raízen (RAIZ3) entra em primeira prévia da carteira teórica; JHSF (JHSF3) sai

Ibovespa: Raízen (RAIZ3) entra em primeira prévia da carteira teórica; JHSF (JHSF3) sai
B3 (B3SA3). Foto: Divulgação

A B3 (B3SA3) divulgou nesta segunda-feira (1°) a primeira prévia da carteira teórica do Ibovespa, que vigorará de setembro a dezembro deste ano. A bolsa de valores brasileira incluiu as ações das empresas Raízen (RAIZ3), São Martinho (SMTO3) e Arezzo (ARZZ3).

Juntas, as três companhias representam um peso de 0,775% do portfólio do Ibovespa. Apenas a Raízen tem uma participação de 0,280%, enquanto a São Martinho tem peso de 0,252%, e a Arezzo com 0,243%.

Por outro lado, a prévia também informou a saída dos papéis da JHSF (JHSF3), que ainda constam no índice atual. Além disso, a nova carteira teórica do Ibovespa não tem mais as ações do banco Inter (INBR31), que passou a ser listado nos Estados Unidos desde a última modificação, e da Unidas (LCAM3), que foi comprada pela Localiza (RENT3).

Vale e Petrobras ainda configuram maiores participações do Ibovespa

Com as novas movimentações, o Ibovespa terá 92 ativos. A ação com maior peso do portfólio continua sendo a Vale (VALE3), com 15,263%, seguida de Petrobras (PETR4), com 7,942%, e Itaú (ITUB4), que acumula 5,770%.

No final de abril, na terceira prévia da carteira teórica do Ibovespa, válida de 2 de maio a 2 de setembro de 2022, a B3 manteve a inclusão das ações da SLC Agrícola (SLCE3), anunciada no dia 1º de abril.

A carteira teórica do Ibovespa serve como um guia ao mercado financeiro brasileiro, reunindo os papéis com maior volume de negociação e valor de mercado na bolsa de valores.

Para fazer parte do índice, as ações de determinada empresa precisam ter:

  • Índice de Negociabilidade (IN) acima de 85% no período de vigência das três carteiras anteriores;
  • Participação de no mínimo 0,1% do volume negociado no Ibovespa;
  • Negociação em 95% dos pregões do período;
  • Não ser negociada por menos de R$ 1.

A B3 divulgará a segunda e a terceira prévia da carteira teórica do Ibovespa em 15 e 30 de agosto, respectivamente.

 

Beatriz Boyadjian

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO