Oi (OIBR3): Highline é declarada vencedora no leilão das torres; Piemonte leva data centers

Oi (OIBR3): Highline é declarada vencedora no leilão das torres; Piemonte leva data centers
Oi (OIBR3): Próximos leilões devem captar R$ 23 bilhões

A Highline foi declarada a vencedora no leilão das torres de telefonia móvel da Oi (OIBR3), que ocorreu na tarde desta quinta-feira (26) na sala de audiências da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro. As informações são do jornal Valor Econômico.

O leilão pelas torres de telefonia móvel da operadora em recuperação judicial contou somente com a proposta da Highline. O Pátria Investimentos até chegou a se habilitar para a disputa, porém não apresentou proposta pelos ativos da Oi. O envelope entregue pela gestora não continha uma proposta, o que causou perplexidade no juiz Fernando Viana, de acordo com o jornal.

A oferta vinculante foi de R$ 1,067 bilhão, valor que já havia sido noticiado, visto que a Highline foi escolhida pela Oi como ofertante preferencial. Nesse sentido, a proposta da provedora serviu de piso para o leilão e a empresa detinha o direito de cobrir possíveis ofertas superiores.

A Highline é controlada pelo fundo norte-americano Digital Colony, especialista no ramo de infraestrutura digital, com mais de US$ 20 bilhões em investimentos globais no setor. A subsidiária é desconhecida do grande público já que não atende o consumidor final — ela opera com apenas com a infraestrutura de telecomunicações, como redes e antenas, as quais são contratadas pelos provedores.

Piemonte leva data centers

Em relação à unidade produtiva isolada (UPI) de data centers da operadora, o leilão registrou, também, apenas um proposta, da Piemonte Holding.

A gestora levou os ativos pelo valor de R$ 325 milhões, segundo o Valor.

Última cotação da Oi

Por volta das 16h, depois da divulgação dos resultados do leilão da Oi, as ações da companhia negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) com o código “OIBR3” registravam alta de 5,05%, cotadas a R$ 2,08. Já o Ibovespa operava em estabilidade, a 110.082,93 pontos.

Carlo Cauti

Compartilhe sua opinião