Grendene (GRND3) aprova pagamento de R$ 129,7 milhões aos acionistas

Grendene (GRND3) aprova pagamento de R$ 129,7 milhões aos acionistas
Grendene (divulgação)

O Conselho de Administração da Grendene (GRND3) aprovou nesta terça-feira (14) a distribuição adicional de R$ 129,7 milhões para os acionistas. A decisão será encaminhada para deliberação pela assembleia geral da empresa.

O valor será dividido entre juros sobre capital próprio (JCP) e dividendos. Conforme texto divulgado pela Grendene, R$ 110 milhões serão distribuídos na forma de JCP, correspondendo a R$ 0,1219 por ação. O restante do montante total será liberado como dividendos, o que equivale a milhões serão distribuídos como dividendos, equivalentes a R$ 0,0219 por ativo.

Veja também: Suno One: O primeiro passo para alcançar a sua independência financeira

De acordo com o documento, o pagamento será realizado a partir de 20 de meio. Para calcular o valor liberado a cada acionista, a Grendene irá considerar a posição acionária no dia 5 de maio deste ano. Dessa forma, os papéis negociados a partir de 6 de maio não serão para a distribuição e a pessoa não terá direito a receber o valor.

O montante anunciados pela empresa nesta terça-feira se adicionam a soma de R$ 145,9 milhões  pagos aos acionistas antecipadamente no ano anterior. Com a nova distribuição, o valor total a ser distribuído chega a R$ 275,7 milhões.

Grendene concede férias coletivas por causa da pandemia de coronavírus

A Grendene decidiu dar férias coletivas aos seus funcionários de todas unidades no País. A medida foi tomada para prevenir a disseminação do coronavírus em suas instalações e anunciada no final de março. A doença se tornou uma pandemia e o número de casos cresce em larga escala a cada dia no Brasil.

Saiba mais: Grendene concede férias coletivas por causa da pandemia de coronavírus

A companhia do setor de calçados informou que todas as atividades relacionadas as suas fabricas e também as administrativas serão paralisadas pelo período de 21 dias, começando na segunda-feira (23).

Saiba mais: Grendene registra queda de 15,5% em lucro líquido em 2019

A Grendene diz que não é possível prever o impacto financeiro que a empresa sofrerá por conta do Covid-19.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião