Dividendos: carteira recomendada da Genial mantém Vale (VALE3) e inclui B3 (B3SA3) e Gerdau (GGBR4)

A Genial Investimentos anunciou mudanças na carteira de dividendos. A casa manteve a Vale (VALE3) e incluiu B3 (B3SA3), CCR (CCRO3) e Gerdau (GGBR4).

A carteira do Ibovespa 10+ também teve modificações. As recomendações incluem sete novos papéis. Para dezembro, Azul (AZUL4), Energisa (ENGI11), Gerdau (GGBR4), Hapvida (HAPV3), Iguatemi (IGTI11), Vale (VALE3) e Yduqs (YDUQ3) entram na carteira. 

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/Lead-Magnet-1420x240-1.png

As ações que saem da carteira do Ibovespa 10+ da Genial são: Engie (EGIE3), Eletrobras (ELET3), Hidrovias (HBSA3), Marcopolo (POMO4), Porto Seguro (PSSA3), Smart Fit (SMFT3). Os papéis que se mantiveram foram a Neoenergia (NEOE3), Prio (PRIO3) e Raízen (RAIZ4)

De acordo com os analistas, a Casa está adotando uma abordagem de “alocação altamente diversificada em diferentes classes e tipos de ações, com a escolha por ativos com preços atrativos e bons fundamentos. “

A Genial também está optando por incluir empresas mais defensivas nas carteiras. “Isso se deve ao fato de que o fator técnico, principalmente os preços esticados no curto prazo, pode impactar negativamente o desempenho no curtíssimo prazo”, afirma.

Outro ponto destacado é que as posições em ativos dolarizados foram reduzidas, considerando os sólidos fundamentos do Real e a expectativa de continuação do fluxo positivo de capital até o final de 2023. 

“Nossas carteiras estão configuradas de forma mais agressiva, com uma concentração maior em ações de beta elevado, buscando assim alcançar um retorno superior aos benchmarks”, pontua a Genial. 

Carteira Ibovespa 10+ da Genial  

Em novembro, a carteira Ibovespa 10+ obteve uma alta de 8,13%, enquanto no mesmo período, o Ibovespa obteve um desempenho positivo de 12,54%. Confira a carteira completa:

  •  Azul (AZUL4): 12.5%
  • Energisa (ENGI11): 12,5%
  • Gerdau (GGBR4): 12,5%
  • Hapvida (HAPV3): 12,5%
  • Iguatemi (IGTI11): 12,5%
  •  Vale (VALE3): 12,5%
  •  Yduqs (YDUQ3): 12,5%
  •  Neoenergia (NEOE3): 12,5
  •  Prio (PRIO3): 12,5%
  • Raízen (RAIZ4: 12,5%

Carteira de Dividendos 5 +

  • B3 (B3SA3): 20%
  • CCR (CCRO3): 20%
  • Gerdau (GGBR4): 20%
  • Wiz Seguros (WIZC3): 20%
  • Vale (VALE3): 20%

Em relação ao mês de novembro, saíram as ações da Cemig (CMIG4), Engie (EGIE3), Porto Seguro (PSSA3) e ISA Cteep (TRPL4), com a inclusão das ações da B3 (B3SA3), CCR (CCRO3), Gerdau (GGBR4) e Wiz Seguros (WIZC3).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Carteira de Small Caps 8+

  • Azul (AZUL4): 12,5%
  • Ecorodovias (ECOR3): 12,5%
  • Fleury (FLRY3): 12,5%
  • Iguatemi (IGTI11): 12,5%
  • Movida (MOVI3): 12,5%
  • Irani (RANI3): 12,5%
  • Simpar (SIMH3): 12,5%
  • Yduqs (YDUQ3):12,5%

Em relação ao mês de novembro, a Genial trocou todas as ações da carteira, saindo a Cury (CURY3), Gol (GOLL4), Hidrovias (HBSA3), Marcopolo (POMO4), SLC Agrícola (SLCE3), Smart Fit (SMFT3), Taesa (TAEE11) e Transmissão Paulista (TRPL4).

Ibovespa tem rali com volta do investimento estrangeiro

Em novembro, o Ibovespa engatou altas consecutivas e retomou os 127 mil pontos pela primeira vez desde julho de 2021. Agora, o índice tenta renovar a máxima histórica, de 131.190 pontos, alcançada em junho daquele mesmo ano.  

Ao longo de novembro, o índice da B3 acumula alta de mais de 12 mil pontos, uma vez que abriu o mês cotado a 113.157. Chegou à pontuação de 127 mil pontos e teve a maior alta mensal em três anos. A escalada foi rápida. Mas não aconteceu por acaso.

Esse otimismo cresce na esteira de alguns sinais. Uma pesquisa da XP para o mês de novembro, por exemplo, aponta que o apetite por investimento em ações do índice-referência da bolsa brasileira teve uma significativa melhora. Segundo o levantamento, houve um aumento de 37% para 40% dos assessores indicando que seus clientes planejam aumentar a exposição em renda variável

E não foram só os investidores brasileiros que retornaram à bolsa. Uma das principais chaves para entender o atual contexto é o fato de que o investidor estrangeiro voltou a aportar seus recursos no mercado brasileiro. Em novembro, segundo dados da B3, o “gringo” já aportou cerca R$ 16 bilhões no Ibovespa, contra um saldo negativo de R$ 2,866 bilhões em outubro.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Vinícius Alves

Compartilhe sua opinião