Com dívida bilionária, General Electric (GEOO34) vai se dividir em três companhias

A General Electric (GEOO34) irá se dividir em três companhias setorizadas, com foco em aviação, energia e cuidados de saúde. Todas as resultantes do “split” serão de capital aberto e deixarão os negócios da GE “mais bem posicionados para entregar crescimento de longo prazo e criar valor para clientes, investidores e funcionários”.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/1420x240-Banner-Home.png

A informação veio com um comunicado nesta terça-feira (9). As ações da General Electric sobem 3,8% no intradia da Bolsa de Nova York, a NYSE.

A divisão ocorrerá por meio da separação da unidade de saúde da GE em processo livre de impostos, enquanto os setores de tecnologias digitais, energia e energia renovável serão combinados em um único negócio.

Após essas transações, a GE será uma empresa com foco em aviação, de acordo com a companhia.

A divisão do setor de saúde da GE deverá ocorrer no começo de 2023, enquanto a criação da companhia focada em energia acontecerá no início do ano seguinte, segundo informou a empresa.

Após a divulgação do comunicado, a Fitch reafirmou seu rating BBB da GE, com perspectiva estável.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

General Electric: novas divisões

A empresa principal ficará com os ativos de aviação e passará a ser a GE Aviation, sob o comando do CEO, Larry Culp.

Já Scott Strazik chefiará os negócios combinados de EnergiaRenovável, Energia e Digital, ao passo que Peter Arduini chefiará a GE Healthcare, disse a empresa em um comunicado.

A mudança anunciada pela companhia põe fim a anos de especulação sobre o futuro da GE, que, apesar de ter sido uma das maiores companhias americanas por anos, enfrenta dificuldades desde a última crise financeira global, em 2009.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

“Hoje é um momento de definição para a GE e estamos prontos para ele”, disse Culp, no comunicado.

Desde que assumiu o comando do grupo em 2018, Culp se desfez de participações em negócios que vão da fabricação de produtos farmacêuticos ao leasing de aeronaves como estratégia de recuperação.

Em pouco mais de uma década, a GE está reduzindo sua estrutura outrora extensa, incluindo a venda da maior parte do seu braço financeiro, a GE Capital, com o objetivo de reduzir a dívida atual da companhia.

No terceiro trimestre deste ano, a companhia somava compromissos que somavam um montante total de US$ 63 bilhões.

Ao fim do comunicado, a General Electric citou que cada empresa estará “mais bem posicionada para atender a seus clientes, beneficiando-se de um maior foco, responsabilidade e agilidade”.

Com informações do Estadão Conteúdo

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno