Imóveis

Veja os fundos imobiliários preferidos dos analistas para abril de 2022

Últimas atualizações
  atualização
05.04.2022 13:41

Inter Research chama a atenção para os "fundos de papel" acima do valor patrimonial em abril

A Inter Research, do Banco Inter (BIDI4), manteve a sua carteira recomendada de fundos imobiliários inalterada em abril.

Em relatório, os analistas indicam que os “fundos de papel” seguem com uma performance melhor frente outros segmentos e, atualmente, “os fundos KNIP11 e RBRR11 são negociados acima do seu valor patrimonial”.

Já sobre os “fundos de tijolo“, que englobam as lajes corporativas, galpões logísticos e shoppings, a research do Banco Inter ressalta que continuam com descontos significativos e tem sua recuperação associada à maior mobilidade nos centros urbanos, ao fortalecimento das atividades de serviços e varejo, bem como ao fim do atual ciclo monetário de alta dos juros.

Diante disso, a Inter Research projeta que uma reação mais forte no setor deve ocorrer à medida que a defasagem inflacionária nas locações seja preenchida ao longo dos próximos meses.

Além disso, o relatório destaca que “os FOFs seguem sendo negociados a múltiplos atrativos, com destaque para os descontos de quase 20% observados em relação ao valor patrimonial”.

Veja como ficou a lista de fundos imobiliários recomendados pela Inter Research:

TickerSegmentoPosição (%)R$/ cotaDY 12M (%)
HGRE11Escritório12,5%R$ 124,86,6%
HGBS11Shopping12,5%R$ 165,208,4%
VISC11Shopping12,5%R$ 97,008,4%
LGCP11Logística12,5%R$ 78,209,2%
HFOF11Fundo de Fundos12,5%R$ 73,209,8%
RBRF11Fundo de Fundos12,5%R$ 68,1010,6%
KNIP11Recebíveis12,5%R$ 101,1012,8%
RBRR11Recebíveis12,5%R$ 100,9013,1%

 

04.04.2022 13:29

Guide foca em recebíveis e logística na sua carteira recomendada de FIIs para abril

A Guide Investimentos espera uma continuidade da recuperação do IFIX no mês abril, porém, sinaliza que mantém uma postura mais cautelosa frente ao cenário desafiador e incerto do cenário político-econômico do País.

“Ressaltamos que ainda existem oportunidades no setor e aconselhamos uma seleção de ativos mais criteriosa para composição das carteiras. Reforçamos nossa preferência por setores mais defensivos, com boa capacidade de absorção da inflação e modelos operacionais resilientes”, diz relatório.

A carteira recomendada de fundos imobiliários da Guide tem 10 ativos, com uma média ponderada de 10% de dividend yield, dispersa entre os segmentos de logística, recebíveis, FoFs, shoppings e renda urbana.

Veja como ficou a lista de fundos imobiliários recomendados pela Guide para abril:

TickerSegmentoPosição (%)R$/ cotaDY 12M (%)
BRCO11Logística10,0%R$ 98,607,6%
BTLG11Logística5,0%R$ 103,208,4%
CPTS11Recebíveis10,0%R$ 95,0013,9%
CVBI11Recebíveis10,0%R$ 102,8013,1%
MCCI11Recebíveis15,0%R$ 100,0012,1%
RBRR11Fundo de Fundos15,0%R$ 102,5012,9%
RBRY11Recebíveis10,0%R$ 105,0013,1%
TRXF11Renda Urbana5,0%R$ 99,509,6%
VISC11Shoppings5,0%R$ 99,208,2%
HGCR11Recebíveis15,0%R$ 106,0011,8%

Última performance da carteira de fundos imobiliários da Guide: 

O mês de março foi marcado pelo alívio da percepção de risco dos investidores para ativos reais (tijolos), segundo o relatório da Guide. Dentre os setores de fundos imobiliários, lajes corporativas apresentou a maior alta, com performance de 4,4%, seguido de shoppings com 3,5%.

A carteira da corretora teve performance levemente abaixo do IFIX (+1,42%), mas ainda no campo positivo, subindo 1,1% e permanecendo em patamares acima do IFIX no ano.

“Reforçamos nossa preferência por setores mais defensivos e destacamos a performance da carteira recomendada que tem conseguido apresentar excelente resultado nos meses de maior volatilidade do índice”, diz a Guide.

 

04.04.2022 10:12

Carteira Top FII no Nu Invest (NUBR33) retira MXRF11 das recomendações para abril

Para o mês de abril, o Nu Invest, plataforma de investimentos do Nubank (NUBR33), fez duas mudanças na Carteira Top FII: retirou os fundos MXRF11 e VILG11, e adicionou o fundo BTG Pactual Agro Logística (BTAL11).

Em relatório, os analistas justificam que, as incertezas em relação ao processo entre MXRF11 e CVM geram um “risco desnecessário” para os investidores. Dessa forma, “resolvemos retirar o ativo da Top FII e distribuir esse percentual entre os demais fundos de papel e tijolo”.

No mais, a carteira de fundos imobiliários do Nu Invest destaca que os fundos de recebíveis imobiliários continuam em um momento mais favorável.

“Com a inflação acima dos 10% nos últimos 12 meses e a taxa Selic com expectativa de fechar o ano em torno de 13%, tornam os fundos imobiliários de papel mais atrativos neste cenário”.

Veja como ficou a lista de fundos imobiliários recomendados para abril:

TickerSegmento(%)R$/ cotaDY 12M (%)
RBRR11Recebíveis12,0%R$101,391.07%
CPTS11Recebíveis11,0%R$9513,0%
KNSC11Recebíveis11,0%R$96,3513.07%
DEVA11Recebíveis11,0%R$99,4915.89%
BRCO11Logístico11,0%R$996.44%
BTLG11Logístico11,0%R$1048.28%
BTAL11Agronegócio11,0%R$98,656.10%
VISC11Shopping11,0%R$99,866.10%
BRCR11Escritório11,0%R$68,488.45%

Destaques para o Nu Invest

O Nu Invest destaca sua diversificação em mais setores dentro do segmento logístico, por meio de fundos imobiliários expostos ao agronegócio, atividade econômica com mais de 25% de representatividade do PIB brasileiro.

Além disso, a carteira também está posicionada no e-commerce, através do BRCO11 e BTLG11, com imóveis 100% ocupados dentro dos fundos recomendados, “portanto se trata de um posição defensiva, com menor risco”, indica relatório.

“A Carteira Top FII é compostas por fundos imobiliários que possuem boas expectativas no pagamento de rendimentos, assim como preços atrativos que também possibilitem a valorização da cota no longo prazo”, diz a plataforma do Nubank.

04.04.2022 09:53

Fundos imobiliários KNCR11 e RBRR11 recebem destaque na carteira do BTG Pactual

O BTG Pactual fez quatro alterações na sua carteira recomendada de fundos imobiliários para o mês de abril.

A primeira foi uma redução de posição no fundo Rio Bravo Renda Corporativa (RCRB11), de 8% para 7%. O banco também retirou sua posição do XP Logística (XPLG11).

Em contrapartida, houve aumento de posição no BTG Pactual Corporate Office Fund (BRCR11), de 5% para 6%, e inclusão do BTG Pactual Terras Agrícolas (BTRA11).

“Continuamos gostando do XP Log, que apresentou boa comercialização das áreas vagas nos últimos meses e, consequentemente, potencial aumento na distribuição de rendimentos no médio e longo prazo. Entretanto, (…) apesar de o fundo continuar descontado, o cenário ainda é de volatilidade e deve permanecer mais averso ao risco nos próximos meses”, indica o relatório.

Já a alteração em lajes corporativas (RCRB11 e BRCR11), o BTG indica que é uma realocação estratégica, para aumentar a liquidez da carteira.

Veja como ficou a lista de fundos imobiliários recomendados para abril:

TickerSegmento(%)R$/ cotaDY 12M (%)
RBRR11Recebíveis12,50%R$ 101,3912,90%
BTCR11Recebíveis8,00%R$ 96,013,90%
KNCR11Recebíveis17,50%R$ 100,511,80%
FEXC11Recebíveis5,00%R$ 90,2413,30%
CPTS11Recebíveis8,00%R$ 95,013,90%
VILG11Logística7,50%R$ 99,158,40%
HSLG11Logística7,50%R$ 88,958,40%
BRCO11Logística2,50%R$ 99,07,60%
RBRP11Escritório6,00%R$ 65,837,80%
BRCR11Escritório6,00%R$ 68,498,90%
RCRB11Escritório7,00%R$ 134,695,20%
HGRE11Escritório5,00%R$ 127,576,50%
VISC11Shoppings5,00%R$ 99,868,20%
BTRA11Agronegócio2,50%R$ 99,9810,90%

Última performance da carteira de fundos imobiliários do BTG: 

No mês de março, o IFIX apresentou alta de 1,42% no período, enquanto a carteira recomendada do BTG apresentou variação positiva de 1,23%, abaixo do principal índice de fundos imobiliários da Bolsa.

04.04.2022 09:12

Genial troca MCCI11 por KNCR11 na carteira recomendada de abril de 2022

Para o mês de abril, a Genial Investimentos fez mudanças na sua carteira recomendada de fundos imobiliários – Genial Carteira Renda.

Os analistas tiraram o fundo Mauá Capital Recebíveis Imobiliários (MCCI11) e colocaram no lugar o Kinea Rendimentos Imobiliários (KNCR11), com participação de 20% na carteira.

“A entrada do KNCR11 na Carteira Renda está pautada na qualidade dos ativos e na sua indexação ao CDI, que tem caminhado para a estabilidade”, indica o relatório.

Além disso, a Genial indica que acredita na visão mais otimista do mercado financeiro, com sinais de estabilização da inflação e o final do ciclo altista de juros. Ainda assim, “mesmo com o otimismo em relação às variáveis macroeconômicas, ainda não vemos gatilhos de valorização dos FIIs para este trimestre”.

Veja como ficou a lista de fundos imobiliários recomendados para abril:

TickerSegmentoPosição (%)R$/ cotaDY 12M (%)
HGRE11Escritório15,0%R$ 125,878,75%
PVBI11Escritório15,0%R$ 90,507,37%
BRCO11Logisticos15,0%R$ 99,267,07%
RBRR11Recebíveis20,0%R$ 102,4010,50%
KNCR11Recebíveis20,0%R$ 101,407,13%
GALG11Logisticos15,0%R$ 95,6110,50%

Última performance da carteira de fundos imobiliários da Genial: 

No mês de março, a Carteira Renda da Genial teve performance de +0,61% com 0,81% de dividendos, em comparação a 1,42% do IFIX.

O maior promotor dentre os fundos imobiliários selecionados pela Genial foi o PVBI11, com valorização de 3,7%, já o maior detrator foi o HGRE11 com queda de 2,6%.

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO