Grana na conta

XPML11 conclui compra milionária de shoppings. Isso impacta os dividendos?

O fundo imobiliário XPML11 concluiu a compra de 5% do Plaza Sul Shopping, de São Paulo (SP), e de 35% do Shopping Estação, de Curitiba (PR), que pertenciam anteriormente à Allos (ALOS3) e a uma empresa do seu grupo econômico, respectivamente.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-3.png

Depois da conclusão das transações, o FII XPML11 vai ser detentor de 35% do Shopping Estação e de 25% do Plaza Sul Shopping.

O valor total das transações é de R$ 186,256 milhões. Dessa quantia, R$ 156,256 milhões foram pagos pelo FII em razão da compra integral de 35% do Shopping Estação.

O montante de R$ 15 milhões também foi quitado pelo fundo imobiliário XPML11 em contrapartida ao sinal de 50% do valor total fechado com a Allos para a compra de 5% do Plaza Sul Shopping.

De forma adicional, o pagamento remanescente de R$ 15 milhões será quitado em dezembro de 2024, passando por correção de 100,0% do CDI desde a data de assinatura deste contrato de compra e venda.

Impacto financeiro e dividendos

A expectativa da gestora e da administradora é de que o impacto financeiro das transações em relação ao resultado operacional do fundo nos próximos 12 meses seja de R$ 17,288 milhões.

Esse número representa uma potencial distribuição anual de dividendos bruta de aproximadamente R$ 0,56 por cota, levando em conta o atual número de cotas do XPML11.

XPML11 traz detalhes sobre o Shopping Estação

O Shopping Estação teve sua inauguração no ano de 1997, em Curitiba, em um prédio anexado ao museu ferroviário da cidade.

Esse shopping center conta com mais de 100 lojas distribuídas entre os mais variados segmentos e uma Área Bruta Locável (ABL) de 27.663 metros quadrados.

A administração do shopping center é feita pela Allos. Após a conclusão das transações, este vai ser o maior administrador do fundo XPML11 em termos de Área Bruta Locável (ABL).

O Shopping Estação tem uma torre comercial anexa ao shopping, de modo que a ABL total é de 27.053 metros quadrados. Segundo o comunicado do XPML11, isso contribui para “o elevado fluxo diário de pessoas no empreendimento”.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Tags
João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião