IRDM11 revela dois motivos que ajudaram no aumento de seus dividendos; Veja quais

O fundo imobiliário IRDM11 divulgou seu novo relatório gerencial de novembro, em que reportou um lucro mensal de R$ 29,146 milhões. Dessa quantia, cerca de R$ 28,054 milhões foram distribuídos na forma de dividendos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

Os dividendos do IRDM11 corresponderam a R$ 0,77 por cota, equivalente a uma remuneração bruta de imposto de renda de 113,10% do CDI. Assim, o novo valor mostra um aumento de 8,126% sobre a quantia de R$ 0,71212798 distribuída no mês anterior.

Segundo a gestão, duas notícias positivas em novembro auxiliaram significativamente para o aumento da distribuição de proventos. Uma delas foi a amortização extraordinária e parcial do CRI Bewiki, enquanto a segunda foi o recebimento do pagamento de prêmio por parte do CRI Allegra Pacaembu 2.

Apesar disso, o fundo imobiliário IRDM11 enfrentou os impactos negativos vindos de ativos que continuam em período de carência e de ajustes de correção monetária.

“Apesar da eliminação da deflação de junho do cálculo de atualização monetária dos CRIs, a carteira tem apresentado resultados inferiores à média histórica devido à inflação reduzida dos últimos quatro meses, com taxas mensais variando de 0,12% a 0,28%”, explicou a gestão.

IRDM11 dá continuidade à sua estratégia de venda de FIIs

A gestão continua com sua estratégia de venda de alguns FIIs, mesmo por preços inferiores ao custo médio. O objetivo dessa movimentação, segundo o FII IRDM11, é buscar o “realinhamento estratégico da carteira”.

“Essas movimentações visam a otimização dos ativos diante de um cenário de mercado desafiador”, destaca a gestão.

Até o final de novembro, o Iridium Recebíveis Imobiliários tinha 71,68% de sua carteira alocada em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs), enquanto 19,02% estavam em cotas de FIIs. O restante estava alocado em FII-RF e em caixa.

No mês de novembro, o fundo IRDM11 reteve aproximadamente 5% do resultado distribuível, em linha com as diretrizes informadas no relatório gerencial anterior.

A gestão diz que apesar dessa medida potencialmente impactar o dividendo pago no curto prazo, esta seria uma decisão estratégica que o IRDM11 enxerga como benéfica para “a saúde financeira e o desempenho do fundo a médio prazo”.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião