Grana na conta

Veja os 5 FIIs que pagaram menos dividendos em fevereiro

Os Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs) foram introduzidos no Brasil em 1993. Esses são fundos de investimentos fechados e sem resgate possível, porém os investidores podem vender suas cotas com o objetivo de investir em ativos imobiliários.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-3.png

Alguns especialistas do mercado financeiro até consideram esse tipo de investimento menos arriscado do que outros, visto que os FIIs costumam ter uma remuneração recorrente e geralmente paga proventos mensais.

Frente a isso, o SUNO Notícias organizou a lista de 5 Fundos de Investimentos Imobiliários que menos pagaram dividendos em fevereiro.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

FIIs que menos pagaram rendimentos em fevereiro

Confira quais foram os cinco fundos imobiliários que menos pagaram dividendos em fevereiro:

1° SADI11

O FII que menos pagou rendimentos em fevereiro subiu uma posição na lista em relação ao mês passado.

O FII Santander Papeis Imobiliários CDI (SADI11). apresentou um Dividend Yield (DY) de 0,259% no segundo mês do ano. No dia 12 de fevereiro, o SADI11 pagou R$ 0,20 por cota, aos acionistas que as detinham no dia 29 de janeiro.

O Fundo foi constituído em fevereiro de 2019, ao passo que é administrado pelo Santander Securities Services Brasil.

2° PQDP11

Passando do 4° lugar em janeiro, para o 2° em fevereiro, o FII Parque Dom Pedro Shopping Center (PQDP11), apresentou DY de 0,28% neste mês.

No dia 19 de fevereiro, o PQDP11 distribuiu R$ 8,43 por cota, aos acionistas que detinham os ativos ao final do dia 29 de janeiro.

O fundo foi constituído em maio de 2009 e é administrado pelo BTG Pactual. 

3° XPML11

Fechando o TOP 3 está o XP Malls Fundo de Investimento Imobiliário (XPML11). Com um DY de 0,310%, o FII pagou R$ 0,35 no dia 25.

A data com foi em 18 de fevereiro, nesse sentido, as cotas passaram a ser negociadas sem direito ao recebimento dos rendimentos no dia 19.

o XPML11 é do tipo tijolo, ao passo que o foco de seus investimentos é propriedades de shoppings. O FII foi constituído em setembro de 2017 e é administrado pelo BTG Pactual Serviços Financeiros.

4° KNCR11

O Kinea Rendimentos Imobiliários (KNCR11) é o penúltimo FII da lista, uma vez que teve DY de 0,315% em fevereiro.

No dia 11, os cotistas do KNCR11 receberam R$ 0,28 por cota. A data base para o pagamento foi  29 de janeiro.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Além disso, este FII é do tipo papel. O foco de seus investimentos é, principalmente, ativos de títulos e valores mobiliários. Ele foi constituído em agosto de 2012.

5° FLMA11

Fechando a lista está o Continental Square Faria Lima (FLMA11), que reportou um DY de 0,344% este mês.

No dia 12, os cotistas do FLMA11 receberam R$ R$ 0,01 por cota que detinham ao final do dia 4 de fevereiro.

Sendo um fundo do tipo tijolo, o foco de seus investimentos são propriedades comerciais do segmento de escritórios. Além disso foi constituído em novembro de 2000 e é administrado pelo BR Capital.

Investir com cuidado

Antes de qualquer investimento em ações ou FIIs é importante ressaltar que quitar as dívidas e fazer uma reserva de emergência deve sempre ser a prioridade. Os analistas da SUNO Research sempre salientam que é necessário antes poupar dinheiro para depois investir, e nunca se endividar para investir ou investir endividado. Esta matéria não é uma recomendação de investimento.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião