Facebook: Meta (M1TA34) deve divulgar queda inédita de receita no 2T22

A Meta Platforms (M1TA34), controladora do Facebook, deve registrar no balanço do segundo trimestre de 2022 (2T22) sua maior queda no número de usuários diários e o primeiro declínio na receita desde sua criação. A empresa luta para se ajustar ao cenário macroeconômico e à crescente concorrência da rival TikTok. A divulgação do balanço da big tech está prevista para hoje (27), após o fechamento do mercado. As informações são da Dow Jones Newswires.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

A expectativa é de que a empresa controladora do Facebook divulgue receita trimestral de US$ 28,9 bilhões, de acordo com analistas consultados pela FactSet. Esse número representaria queda de 0,6% em relação ao mesmo período do ano anterior e seria a primeira redução já registrada pela companhia.

A Meta também deve divulgar que a base diária de usuários ativos do Facebook caiu para 1,957 bilhão, abaixo do 1,96 bilhão de três meses atrás, segundo analistas. Essa seria a maior queda registrada em usuários diários e apenas a segunda vez na história da empresa em que o número recuou.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Lucro do Facebook deve cair pela terceira vez consecutiva

A empresa deve registrar um lucro de US$ 7,03 bilhões no segundo trimestre, de acordo com a FactSet. Isso representaria o terceiro trimestre consecutivo de queda do lucro líquido do Facebook, algo que não experimentava desde o quarto trimestre de 2012.

A Meta registrou lucro de US$ 7,47 bilhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), recuo de 21% na comparação com o mesmo período do ano passado. O lucro por ação ajustado ficou em US$ 2,72, de US$ 3,30 anteriormente, acima da previsão de US$ 2,56. Após a divulgação do resultado, em 27 de abril, a ação chegou a disparar 18% no after hours em Nova York.

Na época, a Meta disse esperar que sua receita total no segundo trimestre ficasse entre US$ 28 bilhões e US$ 30 bilhões. No 1T22, a companhia apurou receita de US$ 27,91 bilhões ante US$ 28,2 bilhões esperados, segundo expectativas da Refinitiv.

Com Estadão Conteúdo

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Planilha-controle-de-gastos.png

Beatriz Boyadjian

Compartilhe sua opinião