EUA: Governadores pedem novo pacote de estímulos à economia

EUA: Governadores pedem novo pacote de estímulos à economia
EUA: Governadores pedem novo pacote de estímulos à economia

Governadores nos EUA estão se unindo para pedir que a Casa Branca e o Congresso aprovem um novo pacote de estímulos à economia do País para apoiar pequenas empresas frente à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), segundo informou o ‘Dow Jones Newswires’ nesta quinta-feira (26).

Vale destacar que os EUA aprovaram um pacote de estímulos no início do ano, entretanto, o prazo termina em dezembro e os recursos já estão chegando ao fim.

A governadora de Michigan, Gretchen Whitmer, salientou que “nossos recursos são limitados, assim como em todos os Estados do país”. “E é por isso que esse estímulo é tão importante”, completou a democrata.

Nesse sentido governadores do País pedem que democratas e republicanos se entendam no congresso para que seja aprovado o novo pacote de estímulos.

Recentemente os democratas propuseram repassar mais verba às cidades dos EUA, mas os republicanos, juntamente com o atual presidente Donald Trump, apontaram que o dinheiro seria usado como uma desculpa para recuperar cidades que foram mal administradas pelos democratas.

PIB dos EUA avança 33,1% na 2ª leitura do 3T20

O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 33,1% na taxa anualizada na segunda leitura do terceiro trimestre. O dado foi divulgado pelo Escritório de Análises Econômicas do Departamento do Departamento de Comércio (BEA) dos Estados Unidos nesta quarta-feira (25).

O número vem dentro do consenso daquilo que era esperado por analistas consultados pelo The Wall Street Journal e um pouco aquém do que era aguardado pelos escutados pela Reuters, que previam um crescimento do PIB de 33,2%.

Saiba mais: EUA: Mnuchin recusa estender programas de empréstimos de emergência do Fed

Segundo a nota, o crescimento da atividade econômica do país se dá pelos esforços recentes para reabrir os negócios e retomar as atividades que foram interrompidas pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).

No segundo trimestre, havia sido registrada uma retração de 31,4% no indicador e nos primeiros três meses de 2020 o PIB dos EUA já havia sofrido uma contração de 5%.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião