Energisa (ENGI11): energia vendida no 3T20 cresce 2,7%

Energisa (ENGI11): energia vendida no 3T20 cresce 2,7%
Segundo os dados da companhia, crescimento da Energisa total foi de 7,7% em junho - Foto: Pixabay

A Energisa S.A (ENGI11) divulgou nessa sexta-feira (23) seu boletim operacional com dados referentes ao terceiro trimestre desse ano. Segundo a companhia, houve um avanço de 2,7% na energia vendida no período, na comparação anual, levando em consideração os mercados cativo, livre e fornecimento não faturado.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Além disso, a Energisa apontou que só em setembro, houve um avanço de 0,9% na energia vendida, na mesma base de comparação.

Em relação as vendas faturadas para clientes cativos e livres, a companhia reportou um avanço de 0,6% na energia distribuída entre julho e setembro desse ano, ante o mesmo período de 2019. Só em setembro, houve um crescimento de 1,3%.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Já as vendas no mercado livre avançaram 9,5% no terceiro trimestre, ao passo que as vendas no mercado cativo caíram 1,2%.

Sobre as categorias de clientes, o documento sinalizou que os residenciais apresentaram um crescimento de 5,9% no consumo entre julho e setembro.

Já nas empresas, os desempenhos foram impulsionados pelos clientes do mercado livre. O maior crescimento foi no segmento Rural,  9,7% no trimestre finalizado em setembro, segundo a Energisa.

O consumo dos clientes industriais, por sua vez, cresceu 4,1% no terceiro trimestre, em comparação com o mesmo período de 2019. O comércio, por outro lado, apresentou queda de 11,4%.

Em relação às regiões, a companhia destacou que o melhor desempenho durante julho e setembro ficou com o Centro-Oeste, que apresentou um aumento de 4%, contando também a energia não faturada. A única região que teve queda no período foi o Nordeste, com 0,3%.

Resultados da Energisa em 2020

O Grupo Energisa apresentou um lucro líquido consolidado de R$ 493,7 milhões no primeiro semestre deste ano. O valor corresponde a uma alta de 311,7% em relação ao registrado no mesmo período de 2019 (R$ 119,9 milhões).

De acordo com a Energisa, no segundo trimestre houve um aumento do consumo residencial em 4,9%, com destaque para as concessões no Centro-Oeste, Nordeste e Norte do Brasil. O agronegócio colaborou com o crescimento do consumo rural em 6,6% nas distribuidoras do Centro-Oeste, Norte, Sudeste e Sul.

Os investimentos da Energisa nos seis primeiros meses de 2020 totalizaram R$ 1,386 bilhão. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado de janeiro a junho foi de R$ 1,731 bilhão, uma queda de 4,1% frente ao mesmo intervalo do ano passado.

Com informações do Estadão Conteúdo 

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO