Enauta (ENAT3) e Dommo Energia (DMMO3) fecham acordo sobre bloco BS-4

Enauta (ENAT3) e Dommo Energia (DMMO3) fecham acordo sobre bloco BS-4
PetroReconcavo . Foto: Pixabay.

A Enauta (ENAT3) e a Dommo Energia (DMMO3) divulgaram aos seus acionistas e ao mercado, nesta quinta-feira (29), que chegaram a acordo para encerrar disputa relativa ao Campo de Atalanta (Bloco BS-4). Com isso, todos os processos entre as partes, incluindo afiliadas, serão extintos e eventuais novos litígios ficam restringidos a partir dos termos estabelecidos.

 

Desta maneira, resolvem-se os litígios iniciados após o exercício de notificação de retirada da Dommo do bloco pela Barra Energia quatro anos atrás. “A transferência de participação dos 40% da Dommo, já realizada para Enauta e para a Barra Energia, não será mais objeto de qualquer litígio”, informou a Enauta em fato relevante.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Disputas entre Enauta e Dommo serão encerradas

A Dommo Energia, também em fato relevante divulgado nesta quinta, destacou que os direitos, titularidade e interesses da Dommo no Bloco BS-4 ficam transferidos à Enauta desde 11 de outubro de 2017, na proporção de 20%. Os 20% restantes da participação da Dommo foram transferidos à Barra Energia desde 11 de outubro de 2017.

“As partes avençaram que todas as disputam em andamento serão encerradas, incluindo a disputa em relação à aprovação da diretoria da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) sobre a transferência da participação da Dommo em BS-4″, apontou a Dommo em fato relevante assinado pelo diretor financeiro e de relações com investidores, Eduardo Yuji Tsuji.

Além disso, as empresas destacaram que manterão o mercado informado caso ocorram novos fatos envolvendo o acordo.

Em meio à divulgação da notícia, as ações das empresas se valorizavam na largada do pregão desta quinta-feira. A Enauta subia 2,35% por volta das 10h50min, enquanto a Dommo Energia avançava 4,44% na cotação. Os desempenhos iam na contramão do Ibovespa, que apresentava queda 0,9% no mesmo momento.

 

Fernando Soares

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO